UOL Bate-papo

7.825 salas abertas pessoas online 391.250 lugares

Bate-papo com convidados

BATE-PAPO COM Nina Lemos - 03/02/2009 às 20h00

Nina Lemos

Apesar da riqueza e da influência que exerce no cotidiano dos brasileiros, o universo da moda é tema pouco explorado nas obras de ficção do país. Em "A Ditadura da Moda" (Conrad Editora), a jornalista traz à tona relatos do glamour, dos desfiles e das semanas de moda de forma nua e crua, mas sem perder o bom humor. Histórias bizarras são narradas por uma jornalista à beira de um ataque de nervos, atormentada com a confrontação de seu presente de colunista (e ditadora) de moda com seu passado de filha de militantes comunistas que participaram da luta armada contra a ditadura militar. Atualmente, Nina é repórter especial da revista "TPM" e colaboradora da Folha de S.Paulo, onde integra a equipe de cobertura de moda.

  • Leia o blog "02 Neurônio"
  • Visite o site da revista "TPM"
  • Saiba mais sobre "Ditadura da Moda"
  • Leia as matérias e colunas de Nina Lemos na Folha
  • Participaram do Bate-papo 94 pessoas


    (08:00:56) nina lemos: hey, gente!

    (08:01:50) carola: oi nina, tudo bem? Li seu livro e acompanho o blog. Percebi que várias situações do livro vc já tinha relatado no blog.. o livro é, então, totalmente autobiográfico?

    (08:02:55) nina lemos: carola, não é autobiográfico, apesar de algumas coisas que estão no livro terem realmente acontecido na minha vida, mas são poucas coisas, que eu reinterpretei.

    (08:03:51) maricota: nina, li uma matéria sua na folha durante o SPFW sobre os lenços palestinos.. vc acredita que as pessoas consomem moda de forma completamente alienada? ainda há salvação?

    (08:04:35) nina lemos: maricota, eu acho que muita gente consome de forma alienada, sim. Mas nem todo mundo. E acho que há salvação, claro!

    (08:05:56) carmen: nina, tudo bem? sou sua fã! adoro o q vc escreve =D. vi uma entrevista sua, aqui no UOL mesmo, acho.. em que vc dizia q queria ter dinheiro pra poder comprar os vestidos q viu no spfw... concordo com vc! tá tudo muito caro! vc não acha q os estilistas/marcas deveriam colaborar um pouco, já que querem impor essa tal ditadura?

    (08:07:05) nina lemos: olha carmen, como diria meu amigo alcino leite neto, "abaixem os preços, ou parem de reclamar que o brasileiro se veste mal". Ele escreveu isso uma vez e achei perfeito.

    (08:08:10) carola: ah, entendi, então.. pensei q fosse bem autobiográfico (claro q com o final diferente, né?)... vc é realmente filha de comunistas? isso influencia ou influenciou de alguma maneira a sua carreira?

    (08:10:03) nina lemos: A personagem do meu livro é filha de guerrilheiros que lutavam contra a ditadura. Eu sou fila de pais de esquerda, que nunca entraram em movimento algum, mas que eram contra a ditadura. Desde criança eu sabia que a gente vivia em uma ditadura e eles falavam mal dos militares para mim. Essas coisas influenciam a vida da gente toda. Eu adoro política!

    (08:10:17) bruno: oi, como voce desidiu que queria ser jornalista?

    (08:10:55) nina lemos: bruno, eu sempre goste de escrever, desde sempre. Eu acho que eu queria mesmo era ser escritora, mas achava que isso seria impossível, então, virei jornalista.

    (08:11:42) tiaguinho: nina, tudo bem? será q a gente consegue fugir da ditadura da moda? gosto taaaanto de moda, mas meus amigos me acham gay.. :(

    (08:12:56) nina lemos: tiago... hahahaha. Manda seus amigos pararem de censurar você. Achar que moda é coisa de gay é um preconceito péssimo. E ser gay também não é ruim. E, oh, eu gosto de moda. Só acho importante pensar sobre isso, refletir...

    (08:13:05) nino: oi, nina! pq vc acha que um mundo tao "famoso" e que cria tantas histórias e lendas (alem de render $$) não é tao explorado ficcionalmente no brasil? arrisca um palpite?

    (08:14:09) nina lemos: nino, eu acho que talvez as pessoas tenham medo de escrever sobre isso e ficarem rotuladas como fashionistas. Eu não tenho esse medo!

    (08:14:16) geraldo: quem é vítima da moda na sua opiniao? qual tipo de pessoa? rola exemplificar um famoso?

    (08:14:59) nina lemos: geraldo, eu acho que todos somos vítimas da moda, de certa forma. Alguém famoso? a Madonna.

    (08:15:03) dani rocha: OI NINAAAA!!

    (08:15:03) dani rocha: Que saudade! Sou a Dani sua colega de Folhateen! Te acompanho peno 02 Neuronio e atualmente vivo na Bélgica.

    (08:15:35) nina lemos: daniiiiiiiiiiiii! Você sabe que na bélgica a ditadura não é tão forte assim...

    (08:15:46) carola: o que vc não usa de jeito nenhum, mesmo que toda a ditadura da moda diga que é pra usar?

    (08:16:43) nina lemos: huuuum. Vestido longo florido. E tênis Nike. hahaha

    (08:17:11) Fernando: o mundo da moda oprimem o modo de se vestir cotidiano das pessoas?as pessoas que andam na moda são escravas dela mesmo?

    (08:18:11) nina lemos: fernando, eu acho que você pode seguir a moda sem ser escravo. Agora, tem gente que acha que usar, por exemplo, um tipo de calça antes dos outros, é uma forma de ser superior aos outros. Isso é escravidão, né? E uma bobagem...

    (08:18:18) fabiana: já que estamos falanod de moda... oq vc viu de bom e de ruim na spfw?

    (08:19:19) nina lemos: fabiana, eu adorei o desfile do Sommer e o do Ronaldo Fraga e não reparei nas coisas ruins, porque fiquei pensando: "será que vão gostar do meu livro?" e não prestei atenção. Juro.

    (08:19:33) fabiana: nina, como é escrever ha tanto tempo a coluna 02 neuronio? vcs nao enjoam? como fazem pra escolher os temas?

    (08:20:30) nina lemos: a gente não enjoa, mas a coluna sempre muda, porque a gente cresceu, né? A gente escolhe os temas muitas vezes dentro do noticiário, de alguma coisa bizarra, ou nos inspiramos em coisas que acontecem com a gente ou com amigos nossos.

    (08:20:40) chacotinha: nina, tenho amigas em outros países q dizem q não rola taaanta pressão assim do que é pra vestir ou não.. vc acha que no brasil as novelas são um agravante dessa ditadura?

    (08:21:48) nina lemos: chacotinha, eu não sei se a culpa é das novelas. Mas acho que aqui é pior do que na Europa, por exemplo. A gente segue muito o modelo americano. Em alguns países da Europa, por exemplo, o Botox não está na moda!

    (08:21:53) dani rocha: Quanto tempo vc levou para escrever seu livro?

    (08:22:17) nina lemos: Dani, querida, uns dois anos. Mais ou menos isso. Depois de trabalhar, claro. hahaha

    (08:22:44) Denise: Nina, voce se acha seguidora da ditadura da moda? Voce usa roupas da estacao passada?

    (08:23:39) nina lemos: denise, eu praticamente só uso roupa da estação passada! Amo uma liquidação e um bazar. Nisso a Ludimila, a personagem do livro, é parecida comigo. Ela AMA roupa barata.

    (08:24:13) Fernando: você acha que o rock nos anos 80 têm sino um ícone para influência de moda cotidiana?

    (08:25:03) nina lemos: Fernando, acho que sim. Super. Nesse ano na SPFW teve até um desfile que homenageou... os Smiths!

    (08:25:12) maria: nina, outro dia vi q vc colocou um post no blog reclamando das pessoas que só entram nos blogs pra reclamar e falar mal de vc.. como vc lida com isso?

    (08:25:57) nina lemos: eu lido mal. hahahha. Quer dizer, eu lido como qualquer um que é ofendido. Eu fico muito triste. Choro. E depois lavo o rosto e saio com os meus amigos, que me consolam.

    (08:26:07) dani rocha: FAzer um livro assim não mexeu muito com vc, já que relembrou de momentos que vc viveu de verdade para então criar uma ficção? O que foi bom e ruim nesse processo de 2 anos?

    (08:27:07) nina lemos: dani, foi uma temporada intendsa de análise! Eu devo ter mudado muito no processo. No início era uma delícia, mas na hora de acabar foi duro, sofri bastante...

    (08:27:15) Fernando: Nina Lemos, a moda para ser concretizada basta aterfatos de pano ou se têm que ter uma certa filosofia para defender a sua opnião?

    (08:28:13) nina lemos: fernando, eu não sou exatamente especialista em moda, que dizer, não sou especialista mesmo. Mas acho que existe sim uma filosofia na moda. É comportamento, né? É como você quer ser visto..

    (08:28:15) Denise: Eu tambem. ADORO liquidacao. E tambem adoro dizer que comprei uma roupa linda num preco bem baixinho

    (08:28:33) nina lemos: denise, não comprar em liquidação, para mim, é burrice. hahah

    (08:28:42) Victória: Nina, vc acha que a crise mundial de algum jeito atrapalha na moda ?

    (08:30:01) nina lemos: eu não sou especialista em moda, vitoria, mas fiz uma matéria sobre isso para a folha durante a última temporada e ouvi coisas estranhas... tipo gente dizendo que não ia mais comprar calça importada... hahaha

    (08:30:15) dani rocha: Imagino que teve muito trecho que vc deixou de lado ou reescreveu. Aconteceu isso? Pode contar algo que ficou de fora do livro e porquê?

    (08:31:12) nina lemos: eu não deixei quase nada de fora. Talvez algumas coisas muito pessoais, que não faziam sentido. E um amigo escritor disse a mesma coisa, que no fim vai limpando o que é pessoal... é engraçado isso.

    (08:31:52) carlos lemos: porque as roupas de griffi custao uma fortunas ?? e porque depois vendem tudo por preço de banana??

    (08:32:30) nina lemos: carlos, a gente vive em uma sociedade capitalista, né? Todo mundo quer lucrar.

    (08:32:43) limamenos: palomino ou g. kalil?

    (08:33:26) nina lemos: limamenos, eu prefiro a Ludimila Correia, que é a editora de moda personagem do meu livro. Ela é a melhor!

    (08:33:32) Fernando: Nina, Renato Russo um grande cantor do rock dos anos 80 usava uma camisa bem longa e particulamente eu acho ela bonita, ao ponto de querer andar com ela na rua. Eu poderia ser tachado como demodê por tais vestes?

    (08:34:19) nina lemos: Fernando, eu não dito moda! Quem dita moda é a personagem do meu livro. E mesmo assim ela surta por causa disso. Eu amo o Renato Russo. Acho tudo dele lindo.

    (08:34:21) dani rocha: Engraçado, parece que as pessoas não percebem que vc é uma jornalista de moda diferente... que entrevista pessoas que usam o lenço palestino como se fosse acessóio trivial, sem a menor noção do significado disso. Como vc se classifica hoje? Jornalista de moda, de comportamento, de política do comportamento?

    (08:35:05) nina lemos: dani, eu sou jornalista de comportamento, eu acho. Deve ser isso.. E de humor!

    (08:36:03) camila: nina, pq a raq e a jô atualizam tão pouco o blog? e vc ainda não aprendeu a colocar a assinatura qdo vai postar? hehehe

    (08:36:56) nina lemos: camila, eu vcu dar seu recado para elas. hahahha. E eu não consigo realmente aprender a assinar meu nome. Acho que é erro de sistema. Ou pelo menos acho isso uma boa desculpa.

    (08:37:19) mario: quais são seus estilistas preferidos hoje? vc, como a sua personagem, surta por alguma roupa?

    (08:38:08) nina lemos: mario, eu amo o Alexandre Herchcovitch e surto pesado em liquidações e bazares dele. Mas nunca compro nada caro demais. Nunca.

    (08:38:16) estudante de moda: olá,estou no meu segundo ano de design de moda na Belas Artes e gostaria de ir pra uma área mais editorial...Você tem algum conselho?

    (08:38:54) nina lemos: estudante, meu conselho é meter as caras. Começar a escrever, fazer um blog, concorrer a estágios.. não tem outro jeito!

    (08:39:01) luara picnic: Nina, qual o estilo da Luidmila, personagem do livro? Ela é modernosa como vc, chiiique, perua?

    (08:39:37) nina lemos: luara, querida, ela, como toda boa vítima da moda, é mega moderna. Usa as últimas tendências. Até umas coisas meio ridículas.

    (08:39:46) limamenos: se grana não fosse problema, o que vc compraria?

    (08:40:14) nina lemos: lima, eu acho que eu compraria uma passagem para Berlin agora. Viajar é mais legal do que comprar roupa.

    (08:40:29) dani rocha: o 02 neuronio tem muita leitura. O que começou como um fanzine virou um canal fantástico com muita gente. Existe um perfil de internautas que acessam o blog? O que vc acha desse tipo de meio? ãs vezes não é invasivo ou "demanding"demais?

    (08:41:41) nina lemos: eu amo o 02 neuronio e hoje encontro gente que diz que me lia quando era criança e que eu ajudei na formação. hahaha. Isso é o máximo. O chato em blog hoje é que tem muita gente entrando só para zoar quem escreve. Todo mundo que tem blog hoje reclama disso.

    (08:41:55) cacheffo: nina o que vc acha do estilo de moda do paulistano em geral?

    (08:42:41) nina lemos: cacheffo, eu acho berm legal. Acho que aqui rola uma democracia maior do que no Rio, por exemplo. No Rio, os emos seriam atacados. Quer dizer, devem ser.

    (08:42:50) limamenos: o que vc acha da edição com funcionarias da Trip em ensaio sensual?

    (08:43:41) nina lemos: limamenos,não é a minha edição favorita. Mas eu adoro a TRIP. De verdade.

    (08:44:02) Denise: Nina, eu moro na Irlanda e ja morei da Inglaterra tambem. Quanto mais o tempo passa mais eu nao entendo o Brasileiro. Porque no pais com mais diversidade genetica do mundo, todos querem ser iguais. Essa ditadura nao e so da moda mas de uma maneira geral estetica. Todas querem colocar silicone, botox, fazer lipo, tudo exagerado e perdendo a individualidade. Voce que esta no meio artistico, como voce ve isso?

    (08:45:06) nina lemos: Denise, eu acho que você tem toda razão. A ditadura estética no Brasil é imensa. A gente é campeão de cirurgia plástica junto com os Estados Unidos. Sabia disso?

    (08:45:13) luara picnic: Trabalhei numa livraria e os livros do 02 neurônio vendiam demais, muito mesmo. As pessoas que verem o seu novo livro na livraria, vão associar ao 2 neurônio?

    (08:45:58) nina lemos: não sei, lu. Tomara que sim. Eu tenho o maior orgulho do 02 neuronuo e acho que meu trabalho "solo" é uma continuação dele, de certa forma.

    (08:46:08) cacheffo: nina vc acha que o povão em geral ja tem acesso a moda vestir roupas de qualidade?

    (08:47:20) nina lemos: cacheffo, de novo, eu não sou especialista em moda. E acho que não é todo mundo que tem acesso ao mundo da moda, não. Agora, existem lojas de fast fashion que vendem as roupas da moda mais baratas. Acho isso legal. Mas acho que tem coisa mais importante do que roupa..

    (08:47:42) limamenos: vc ja usou pochete?

    (08:48:22) nina lemos: eu já! e tenho foto para comprovar! Eu tinha uns 12 anos. E era da Company, uma loja incrivel dos anos 80.

    (08:48:43) eddy: NINA sou solteiro, gato e apaixonado por vc, existe a possibilidade?

    (08:49:04) nina lemos: eddy, sempre existe possibilidade para tudo nessa vida...hahahaah

    (08:49:25) Geraldo: E como vc avalia a moda nos EUA?

    (08:49:59) nina lemos: Geraldo, eu não sei. Eu não sou editora de moda. A editora de moda é a personagem do meu livro. Acho que ela prefere a moda de Paris...

    (08:50:23) camila: nina, como é escrever pro publico adolescente da folhateen? vcs não têm medo de parecer como "tias" da molecadinha?

    (08:51:17) nina lemos: Camila, a gente tem sempre o cuidado de não ser a tia chata, sabe? A gente prefere ser a tia maluca legal. Sempre existe uma dessas nas famílias...

    (08:51:47) estudante de moda: nina,não conheço muito SP e gostaria de saber onde seria um bom lugar pra conhecer pessoas do mundo da moda,fora da faculdade.

    (08:52:31) nina lemos: estudante, você jura que você quer conhecer essas pessoas? To brincando. Tem muita gente da moda legal. Vai na Torre, quinta. O povo mais alternativo estará lá.

    (08:52:42) Vovô LULU/GO: Ola Nina, entendo tanto de moda, como os nossos governantes entendem de administração pública, ou seja, nada! Me diga, as mulheres compram aquelas roupas malucas que a gente vê nas modelos que desfilam?

    (08:53:47) nina lemos: lulu, aquelas roupas muitas vezes nem são feitas, sabia? é "efeito passarela"

    (08:54:05) Denise: Pois e, sabia. Uma pena que a gente absorva essa cultura que nao tem nada haver com a nossa genetica, nao e nossa e nao e natural. Meus amigos europeus (de varios paises) foram no meu casamento no Brasil e foi engracado porque vi como nos temos conceitos invertidos. Eles acharam que as brasileiras, nas ruas, nas praias sao muito bonitas e acharam estranho porque as atrizes e principalmente modelos nao representam o povo. O que a midia considera bonito (o que acaba influenciando as pessoas) nao e a maioria. E o engracado e que todos eles acharam as mulheres normais mais bonitas do que as artistas e modelos. Nao e engracado?

    (08:54:54) nina lemos: denise, que bom que existe gente assim, né? que gosta das normais. Mas pode ver, modelo negra, por exemplo, é super minoria.

    (08:55:11) Fernando: Nina, como dizia o Renato Russo, '' nos empurraram fomos enlatados, de Usa de 9 às 6''.(geração coca-cola). Você acha que os brasileiros são influênciados pela moda americana?

    (08:55:43) nina lemos: fernando, acho que sim. Principalmente na ditadura da estética. A gente, por exemplo, não pode mais envelhercer.

    (08:55:53) limamenos: bafon, locurinhas, bee, etc pq esse povo da moda fala desse jeito? não é um tanto ridiculo?

    (08:56:47) nina lemos: lima, eu não sei porque. O que eu acho é que no mundo da moda, e não só nele, as pessoas falam muito em inglês. Mas não é só na moda. Vá conversar com publicitários para ver!

    (08:57:32) nina lemos: gente, é isso! Comprem o meu livro "A Ditadura da Moda", editora conrad. É um romance.E dá para ler de uma sentada. Beijos para todos.

    (08:57:43) Geovanna/UOL: O Bate-papo UOL agradece a presença de Nina Lemos e de todos os internautas. Até o próximo!


    Hospedagem: UOL Host