UOL Bate-papo

7.825 salas abertas pessoas online 391.250 lugares

Bate-papo com convidados

BATE-PAPO COM Laura Bergallo - 10/02/2010 às 15h00

Laura Bergallo

Vencedora do Prêmio Jabuti de "Melhor Livro Juvenil" em 2007 pela obra "Alice no Espelho", Laura Bergallo conversa sobre sua nova publicação dedicada ao público que a consagrou. "Supernerd: A Saga Dantesca" é inspirado no poema "Inferno" de "Divina Comédia", de Dante Alighieri. Em "Supernerd" acompanhamos as aventuras do jovem Bruno, que entra num jogo de videogame de verdade e tem de enfrentar os nove círculos infernais descritos pelo escritor italiano no clássico da literatura. Viciado em jogos e sem receber a atenção que gostaria dos pais divorciados, o garoto mergulha de cabeça na aventura, contando apenas com a ajuda de Nhô Jucá e da bela Luara para sobreviver.

  • Vencedora de Jabuti lança ficção científica para público juvenil
  • Leia resenhas de livros em UOL Entretenimento
  • Compre o livro "Supernerd: A Saga Dantesca" na Livraria da Folha
  • Saiba mais sobre Dante Alighieri em UOL Educação
  • Participaram do Bate-papo 60 pessoas


    (03:03:53) laura bergallo: Boa tarde!

    (03:04:03) lisa: oi laura, qual foi sua maior inspiração pra escrever o livro?

    (03:04:23) laura bergallo: "A Divina Comédia", que é um verdadeiro videogame.

    (03:04:42) pedruh: vc sabia que vai realmente sair um videogame sobre o inferno de Dante? http://jogos.uol.com.br/xbox360/galerias/dantesinferno.jhtm

    (03:05:23) laura bergallo: Incrível, né? Eu soube quando já tinha terminado de escrever o livro. Foi meu filho, que é videogamemaníaco, que me avisou.

    (03:05:29) audrey: prêmios como o jabuti ainda tem bastante reconhecimento, ajudam pra quem é escritor de que maneira?

    (03:06:10) laura bergallo: Ajudam muito, audrey. Não em termos de grana, mas em termos de reconhecimento, principalmente pela crítica e pelos pares. As editoras passam a tratar a gente muito melhor...

    (03:06:26) aline: quando vc descobriu que queria escrever para o público infanto juvenil?

    (03:07:18) laura bergallo: Bom, desde que aprendi a escrever soube que queria ser escritora. Mas o público juvenil... pra esse eu soube que queria escrever quando percebi que dá pra viajar muito mais, que uma boa história é mais importante que um estilo rebuscado.

    (03:07:25) Tulioagudos: qual tipos de livros vc mais gosta de escrever seu favorito e mande um beijo pra mim sou seufa

    (03:08:04) laura bergallo: Adoro escrever aventuras. Ficção científica, mas sempre aventuras bem movimentadas e emocionantes. Beijo pra você!

    (03:08:15) Babs: Supernerd é mais focado para meninos?

    (03:08:46) laura bergallo: Não... Tem até um romancezinho legal... As meninas também vão curtir!

    (03:09:15) lisa: laura, quais as maiores dificuldades de escrever livros para crianças e adolescentes?

    (03:09:45) laura bergallo: Eu acho fácil. É só ser espontâneo, falar de forma simples, colocar muitos diálogos. É uma delícia!

    (03:09:58) boKA: o público jovem é realmente o mais apaixonante que exist?

    (03:10:10) laura bergallo: Ssssimmmm

    (03:10:33) laura bergallo: Porque viaja na maionese...

    (03:10:26) Lucius: qual a sensação de receber um Jabuti num país como o Brasil?

    (03:11:04) laura bergallo: A sensação de receber um Jabuti é maravilhosa. Ainda mais pra mim, que realmente não esperava. Demorou pra cair a ficha.

    (03:11:27) aline: laura, que dicas você dá pra quem quer se tornar uma escritora?

    (03:11:54) laura bergallo: Nunca desistir. Se possível, fazer oficinas literárias com bons escritores. E nunca desistir mesmo!

    (03:12:08) Lucius: a ideia do livro surgiu como uma iniciativa de levar o clássico para os jovens?

    (03:13:02) laura bergallo: Isso mesmo. Ler Dante no original é complicado, porque a linguagem é complexa e "antiga". Mas "A Divina Comédia" é uma viagem que vale a pena conhecer. Quis levar isso pros leitores jovens.

    (03:13:11) lya: eu gostei mutio de alice no espelho! vc comunica com seus leitores de alguma forma? Na internet, tem comunidade, twitter?

    (03:14:10) laura bergallo: Tenho um site www.laurabergallo.com.br. E quem quiser falar comigo, é só escrever pra laura.bergallo@gmail.com. Tenho orkut, facebook e twitter, mas nunca tenho tempo de entrar, então não é o melhor jeito.

    (03:14:36) boKA: vc vai concorrer ao Jabuti com esse livro?

    (03:15:28) laura bergallo: Não sei. Isso é decisão da editora. Mas acho que eles vão inscrever, sim. De qualquer jeito, não é muito o tipo de livro que ganha prêmio. Os críticos costumam achar meio moderno demais. Eu não acho! hehehehe

    (03:15:38) Babs: Em qual faixa etária se concentram seus leitores? Supernerd é mais infantil?

    (03:16:42) laura bergallo: Essa coisa de faixa etária é meio complicada. Porque o escritor (pelo menos eu) não escreve pensando nisso. Mas acho que o Supernerd pode ser lido por gente desde uns 9, 10 anos, até adultos (tem 176 páginas e não é ilustrado).

    (03:17:22) maricota: estou curiosa para ter conhecimento da tematica de Dante através da sua imaginação e talento já reconhecidos através de suas obras anteriores. O livro já está à venda?

    (03:18:06) laura bergallo: Sim, está em todas as grandes redes, que eu saiba: Saraiva, Cultura, etc. Depois me manda um e-mail dizendo o que achou, mesmo que não goste. Eu acho muito legal ter esse feedback.

    (03:18:41) audrey: quais livros te despertaram para a leitura quando você era criança, laura?

    (03:19:33) laura bergallo: Tantos... Mas adorei Monteiro Lobato logo de cara. Andersen, Perrault, La Fontaine, e ... Machado de Assis! Memórias Póstumas de Brás Cubas é hors concours!

    (03:19:39) Lis: Vai ter sessão de autógrafos?

    (03:20:36) laura bergallo: As editoras para jovens não costumam estimular esses lançamentos com autógrafos. Preferem lançar nas escolas. Fica, então, por conta do autor, se ele quiser. E eu não costumo fazer...

    (03:20:39) MM.S: qual a melhor forma d eapresentar o universo da leitura para crianças?!

    (03:21:19) laura bergallo: Bom, o autor precisa: 1. gostar de ler; 2. gostar de escrever; 3. se divertir muito enquanto escreve. pelo menos essa é a minha fórmula.

    (03:21:45) audrey: laura, vc se inspira em crianças e adolescentes que conhece ´para escrever? como é esse processo?

    (03:22:37) laura bergallo: Sim, muitas vezes. Os filhos são uma grande inspiração. Os sobrinhos, os filhos dos amigos... Mas a criança em que eu mais me inspiro é a criança que eu fui, e que (procurando bem) ainda mora dentro de mim (risos).

    (03:22:47) elisa: laura, vc acha que a internet fez a s crianças terem menos ou mais vontade de ler, como isso as influencia nesse aspecto?

    (03:23:52) laura bergallo: Acho que a internet é apenas um meio. O uso que se faz dele é que muda tudo, para o bem ou para o mal. Acho que a internet pode ser usada para estimular a leitura, como estamos fazendo aqui. O futuro da literatura, na minha opinião, é a internet. É uma questão de tempo, apenas.

    (03:24:29) maricota: voce me parece ser uma pessoa que escreve com uma fluencia incrivel. Qual foi seu primeiro livro?

    (03:25:33) laura bergallo: Um muito primitivinho, chamado "Os Quatro cantos do Mundo". Era infantil, o que não é muito a minha praia. Gosto mesmo é de escrever para gente a partir da pré-adolescência, que já entende uma linguagem mais elaborada e pode ler livros mais longos.

    (03:25:51) alice: laura, o q vc acha desses livros mais estilo "patricinhas", tipo gossip girl e literaturas do gênero..vc conhece, o que pensa desses livros?

    (03:26:43) laura bergallo: Penso que são livros como outros. Não tenho nenhum preconceito quanto a isso, pelo contrário. Acho que muitos deles têm ajudado pelo menos as meninas a se aproximarem dos livros e da leitura.

    (03:26:45) MM.S: vc acha que manias como "Crepúsculo" e "Harry Potter" são bons para a formação das crianças? Pode não ser a melhor das literaturas, mas já não é um jeito de começar?

    (03:27:39) laura bergallo: Eu acho que são ótima literatura, sinceramente. "Harry Potter", então, é genial. Um banho de imaginação, suspense, tudo de bom. crepúsculo ainda não li, mas já estou com ele na fila.

    (03:27:46) alice: o que falta no mercado de literatura infanto juvenil, na sua opiniao? ou ele tem opções legais no momento?

    (03:29:10) laura bergallo: Tem ótimas opções. Falta descobrir. Precisamos de mais divulgação. A mídia em geral tem preconceito contra a literatura infanto-juvenil, porque acha que é uma "literatura menor". É claro que há exceções... Mas escrever para jovens é algo que exige preparo e capricho, não é uma literatura qualquer...

    (03:29:37) morango azul: Você acha que no futuro os livros "sairam de cena" por causa da internet?

    (03:30:50) laura bergallo: Nãããooo... A literatura vai sobreviver na internet, e mesmo os livros em papel continuarão existindo, mesmo que dividam espaço com a internet. Desde os tempos mais remotos que o homem gosta de contar e ouvir histórias. E isso nunca vai acabar, mesmo que mude de roupa.

    (03:31:31) bits: uma pergunta meio chata... ganha-se mais dinheiro publicando um livro próprio que faça sucesso no Brasil ou TRADUZNIDO uma franquia que já é sucesso garantido?!

    (03:32:55) laura bergallo: Bom, se é o que eu entendi... Uma franquia que já faça sucesso sempre dá mais grana, eu acho.

    (03:32:34) morango azul: Você se lembra qual foi o primeiro livro que leu, e quantos anos tinha?

    (03:33:13) laura bergallo: Não lembro do primeirão. Mas dos muitos primeiros.

    (03:33:21) maricota: Seus personagens trazem caracteristicas de pessoas próximas a vc? ex: filhos amigos, mãe eamigos?

    (03:34:05) laura bergallo: Dizem os psicanalistas que os nossos personagens são sempre nós mesmos... Mas acho que têm um pouco das pessoas com que a gente convive, sim. Com certeza!

    (03:34:07) kidrobot: vc assistiu aquele filme "Gamer"? Me lembrou quando li a sinopse aqui no bate-papo... o Gerard Butler vive um condenado a morte que é controlado remotamente por um garotinho, dentro d eum campo de luta, e se ele sobreviver 28 rounds tá livre... Não é um filme realmente bom, mas vale a pena pra quem se interessa por esse universo...

    (03:34:35) laura bergallo: Vou anotar a dica. Ainda não vi, mas deve ser interessante.

    (03:34:42) morango azul: Você escolheu a escrita adolescente só porque ela esta em crescimento ou você gosta de escrever sobre esse assunto?

    (03:35:36) laura bergallo: A escrita para jovens é muito mais "viajandona", e isso é que é legal. Os adultos querem livros menos fantásticos, de modo geral. E têm mais dificuldade de viajar livremente...

    (03:35:41) dani: laura, vc acha que as crianças brasileiras estão lendo menos ou mais?

    (03:36:06) laura bergallo: Não sei. Espero que estejam lendo mais, mas temo que estejam lendo menos.

    (03:36:18) érica: laura, qual sua rotina de escrever? escreve todo dia, quantas horas por dia?

    (03:37:34) laura bergallo: Ih, complicado isso. Escrever não é a profissão que me dá o sustento, sou editora de revistas médicas. Por isso escrevo quando dá tempo: no fim do expediente, à noite, nos fins de semana... Bom, isso combina com o que me move ao escrever: me divertir. escrever, pra mim, é um grande lazer.

    (03:37:49) dani: o q vc gosta de ler, laura, quais seus escritores favoritos?

    (03:39:37) laura bergallo: Gosto muito dos latino-americanos. Curto Isabel Allende, Gabriel Garcia Marquez, Mario Vargas Llosa. Mas recentemente descobri uma autora indiana muito legal: Thrity Umrigar. Sem esquecer dos ótimos brasileiros como João Ubaldo Ribeiro. Ah, tem a espanhola Rosa Montero, que escreveu um livro D+: A louca da casa (que é a imaginação).

    (03:40:12) patyyrj: quanto tempo você demorou pra escrever Supernerd? E Alice no espelho?

    (03:41:17) laura bergallo: Entre pesquisa e escrever, mesmo, cada livro meu demora uns 2 a 4 meses para ser escrito, mesmo sem ter muito tempo. Mas, quando começo, é uma avalanche! A história toma conta de mim e eu só penso nela, sonho com ela...

    (03:42:19) Moderadora/UOL:

    Autora do livro "Supernerd: A Saga Dantesca" (foto), Laura Bergallo conta que demora de 2 a 4 meses para escrever cada obra (crédito: Divulgação)

    (03:41:33) morango azul: Você acha que sua vida daria um livro?

    (03:42:36) laura bergallo: Todas as vidas dariam livros. É só encontrar um autor que "compre" a ideia e saiba "passá-la para o papel". Minha vida daria um livro legal, eu acho. Mas vou deixar isso por conta dos meus biógrafos! hehehehe

    (03:42:41) july: o que acha de crianças escritoras? acha que deveria haver mais, deveriam ser mais incentivadas?

    (03:43:47) laura bergallo: Claro! Eu mesmo fui uma criança escritora. Não publiquei, mas escrevi montes de cadernos. E ilustrava, também (coisa que já não faço mais, por falta de jeito).

    (03:44:12) patyyrj: vc tme planos para algum novo livro que não envolva clássicos? Uma história talvez mais brasileira?

    (03:46:17) laura bergallo: Tenho um livro assim já publicado. Um livro que eu adoro: "A Câmera do Sumiço". E vou lançar um outro, que envolve brasileiros e italianos. E ainda um outro que fala de uma dinastia circense de ciganos espanhois que se estabeleceu no Brasil e contribuiu pro desenvolvimento do nosso circo brasileiro. Mas "A Câmera do Sumiço"´fala de eleições, políticos corruptos, asfalto e favela... Pra quem curte temas brasileiros, é um prato cheio!

    (03:46:50) xandy: teve muitas dificuldades pra fazer seus livros um sucesso

    (03:47:21) laura bergallo: Dificuldades? Talvez. mas eu diria persistência. O segredo é não se abater pelos "nãos".

    (03:48:01) morango azul: Você gostaria que seus filhos seguissem "seus passos?"

    (03:49:00) laura bergallo: Nããooo... Cada um com seu cada um. Quero que eles sigam os próprios passos! Se quisessem o mesmo que eu, tudo bem. Mas gosto que sejam diferentes. Gosto muito das diferenças, são a riqueza da vida.

    (03:49:11) curioso: o que foi mais difícil pra vc no começo de sua carreira??

    (03:49:39) laura bergallo: Aceitar os "nãos" sem me deixar abater, sem desistir. Entrar nesse mercado é realmente muito difícil.

    (03:50:03) patyyrj: vc acha que nosso mercado literário tem chances de algum dia ser igual ao norte-americano ou pelo menos o argentino, que ainda assim é maior que o nosso? o segredo pra isso esta nas crianças?

    (03:51:01) laura bergallo: Sim, acho que temos boas perspectivas. Mas é preciso saber formar o leitor. Dou uma dica importante: leiam a crônica do Zuenir Ventura publicada hoje no Globo, intitulada "Como (não) formar leitores".

    (03:51:08) Otacilia: O que voce faz pra conquistar o público juvenil?

    (03:51:45) laura bergallo: Me coloco no lugar dele. Encontro a adolescente que tem dentro de mim. É muito simples.

    (03:52:05) xandy: teve algum livro que teve maior preferencia ou cada um causa uma reação diferente pra voce

    (03:53:05) laura bergallo: Adoro "A Câmera do Sumiço", me diverti demais escrevendo esse livro. Mas também estou curtindo muito o Supernerd. É muito divertido, tem um suspense legal. Adorei escrever o Supernerd.

    (03:54:04) ANINHA: vc escreve para adultos também?

    (03:54:31) laura bergallo: Bom, pra futuros adultos...hehehehe... só pra estes.

    (03:55:02) Otacilia: Qual é a sua opiniao sobre Harry Potter e a literatura fantastica...

    (03:55:40) laura bergallo: Acho Harry Potter simplesmente genial. E gosto demais de literatura fantástica. Muitos dos meus livros são desse gênero, inclusive o Supernerd.

    (03:55:52) xandy: é facil entrar nesse ramo, ou requer muita dedicação e esforço

    (03:56:07) laura bergallo: Muita teimosia. Requer muita teimosia mesmo!

    (03:56:31) johny: vc joga videogame??? ou seu filho te ajudou nessa parte do livro?

    (03:57:42) laura bergallo: Jogar não jogo. Mas gosto de ver o meu filho jogando. Acho que os videogames, se usados na dose certa (como tudo na vida), podem ser bem interessantes.

    (03:58:36) laura bergallo: Bom, fiquei sabendo que o nosso tempo acabou. Que pena, adorei conversar com vocês! Mas a gente se encontra por aí, através dos livros. Bjs a todos! Tchau e fui!

    (03:58:41) Moderadora/UOL: O Bate-papo UOL agradece a presença de Laura Bergallo e de todos os internautas. Até o próximo!
    Hospedagem: UOL Host