UOL Bate-papo

  • pessoas online
  • 7.577 salas abertas
  • 378.850 lugares

Bate-papo com convidados

BATE-PAPO COM Carlos Domingos - 07/11/2001 às 17h00

Carlos Domingos, Diretor de Criação da agência AGE

Diretor de criação da agência Age está lançando o livro "Criação sem Pistolão", um guia para jovens interessados em entrar no mercado publicitário. O autor explicou o funcionamento de uma agência de publicidade, deu dicas de como montar um portfólio e como se comportar em uma entrevista

 (17:03:34) Selecionadora Guia do Estudante: Bem-vindo ao bate-papo do site do Guia do Estudante. Hoje estamos recebendo Carlos Domingos, diretor de criação da agência age. Domingos está lançando o livro Criação sem Pistolão, um guia para jovens interessados em entrar no mercado publicitário. Participe e envie suas perguntas.


 (17:04:15) Carlos Domingos: Oi, meu nome é CArlos Domingos, eu sou sócio e diretor de criação da age. E estou aqui pra dar alguns toques para os estudantes e interessados em Publicidade.


 (17:06:12) Carlos Domingos: Acabei de lançar um livro chamado: Criação sem pistolão, onde eu dou dicas de como começar na carreira, como montar um portfólio, como se comportar numa entrevista e comotransformar um estágio em emprego.


 (17:06:17) Nyl fala para Carlos Domingos: Oi, sou administradora de empresas e pretendo entrar no mercado publicitario.Prazer em conhece-lo.


 (17:07:36) Carlos Domingos: Oi, Nyl. Recomendo a leitura deste livro porque ele mostra a realidade nua e crua da profissão, sem o glamour que muita gente pensa que a área tem.


 (17:07:38) Cris fala para Carlos Domingos: Que qualidades precisa ter um grande criativo?


 (17:09:54) Carlos Domingos: Cris, são oito qualidades principais: disposição para trabalhar e muito, estar bem informado, ser curioso, saber escrever português, conviver com pressão, insegurança, ansiedade, frustração e controlar o ego, ser sociavel, apaixonar-se pelos produtos e ter noção de negócio.


 (17:09:57) Nyl fala para Carlos Domingos: Por que uma entrevista de emprego é tão importante,não bastaria a qualificação e a competencia?


 (17:13:04) Carlos Domingos: Nyl, na entrevista a gente avalia a postura do candidato. Porque no geral, as agências são lugares abertos e a pessoa precisa se encaixar ali. Não ser um corpo estranho, não ser um tagarela ou um tipo criado-mudo. Ele tem que saber se portar porque é cada vez mais comum os criativos irem nas reuniões com os clientes. E nestes momentos eles representam a agência. A gente avalia isso tudo enquanto entrevistamos um candidato.


 (17:13:07) catia pergunta para Carlos Domingos: Qual o mercado hoje no mundo Marketing Cultural, hoje no Brasil?


 (17:14:19) Carlos Domingos: Catia, ele está crescendo muito. As emrepsas estão descobrindo que este tipo de investimento é muito importante para a construção de suas marcas. Acredito que isso seja uma tendência e que vai crescer ainda mais no Brasil.


 (17:14:22) PRESIDENTE LULA* fala para Carlos Domingos: Sr. Carlos, o perfil de alguem que vai ser entrevistado deve ser impessoal, ou , por exemplo, deve tentar induzir o entrevistador à uma pergunta mais pessoal?


 (17:17:02) Carlos Domingos: PRESIDENTE LULA, antes de mais nada, quero recomendar a minha agência age para atender as contas do governo. Com relação à sua pergunta, o lado pessoal não é importante a durante a entrevista. Não me interessa o que o sujeito faz ou pensa fora da agência. O importante é que ele seja competente, criativo e tenha postura necessária para ser contratado.


 (17:17:04) Cris fala para Carlos Domingos: Quando você descobriu sua criatividade? E como?


 (17:19:18) Carlos Domingos: Cris, eu desenho desde os 5 anos de idade. Aos treze já publicava tiras, quadrinhos e charges no jornal da minha cidade. Meu sonho era ser ilustrador, mas aos 18 anos, descobri para meu desespero que sou daltônico. E tive que trocar os pincéis pela máquina de escrever.


 (17:19:27) Thomaz fala para Carlos Domingos: tenho 41 anos, você acha que tenho chance de começar nesta carreira?


 (17:20:37) Carlos Domingos: Thomaz, é claro que você tem. Basta que você reúna as qualidades necessárias e não tenha problemas para trabalhar e competir com pessoas mais jovens que você.


 (17:20:55) Nyl fala para Carlos Domingos: A criatividade é um dom ou algo que possa ser desenvolvido e aperfeiçoado?


 (17:22:24) Carlos Domingos: Nyl, eu não acredito em talento. Pelo menos nesta profissão. Criação publicitária não é arte nem ciência, é uma técnica e pode ser aprendida. É claro que ela pode ser aperfeiçoada, é isso que separa os bons criativos dos ruins.


 (17:22:34) Rodrigo fala para Carlos Domingos: Você se formou em publicidade mesmo?


 (17:23:02) Carlos Domingos: Rodrigo, eu me formei em Marketing pela ESPM.


 (17:23:17) DM-10 fala para Carlos Domingos: Carlos, o que vc citaria como uma característica nova no dia a dia de uma agência, que não existia alguns anos atrás?


 (17:24:33) Carlos Domingos: DM-10, a noção de negócio que o criativo deve ter. Até meados dos anos 80 os criativos em publicidade eram porra-loucas, raramente viam os clientes. Hoje em dia, eles estão mais para executivos.


 (17:24:45) TL. fala para Carlos Domingos: QUANDO RECEBE UM TRABALHO ( O TAL DO BRIFIENG) O QUE PENSAS? DE ONDE TIRA A IDEIA?


 (17:26:00) Carlos Domingos: TL, um erro comum é acharem que a gente tem "a" idéia. Isso é falso. A gente tem dezenas, às vezes, centenas de idéias. A gente seleciona a melhor ou as melhores e manda para o cliente.


 (17:26:13) TL. fala para Carlos Domingos: VOCE TEM VIDA FORA DA AGENCIA??OU NAO TEM TEMPO? U ISTO TUDO E MITO>?


 (17:28:45) Carlos Domingos: TL, um publicitário precisa ter vida fora da agência. Para poder criar. A gente se inspira em filmes do cinema, em livros, em viagens, em papos com os amigos, enfim com tudo que a gente faz fora da agência. Existe uma imagem correta de que o publicitário deve trabalhar muitas horas por dia, mas ele precisa aprender a produzir melhor e rápido para ter sua vida pessoal.


 (17:28:50) Nyl fala para Carlos Domingos: É possível transformar uma idéia ruim de um cliente inflexível em algo proveitoso?


 (17:30:17) Carlos Domingos: Nyl, como diz a expressão popular: "a esperança é a última que morre". Enquanto tiver tempo a gente tenta transformar uma idéia ruim numa peça boa. mas, às vezes, não dá. Uma idéia ruim normalmente dá um anúncio ruim.


 (17:31:06) TL. fala para Carlos Domingos: COMO SE aperfeiçoa CRIATIVIDADE?


 (17:32:39) Carlos Domingos: TL, a única maneira de aperfeiçoar a criatividade é criando. Imagine que o cérebro é como o seu braço: para aumentar músculos é preciso se exercitar.


 (17:32:41) PRESIDENTE LULA* fala para Carlos Domingos: Veja, companheiro... Como vc explica não vermos mais propagandas de marcas de cigarro na televisao, se esse é um mercado tao poderoso no Brasil?


 (17:35:24) Carlos Domingos: PRESIDENTE LULA*, tenho duas opiniões a esse respeito. Como cidadão, acho acertada a conquista do seu oponente Serra, considerando a saúde das pessoas. Como publicitário, acho que o impacto foi muito ruim para as agências, porque sem essa verba o mercado demitiu centenas de pessoas.


 (17:35:25) Larissa (cris) fala para Carlos Domingos: Qual é o conselho que vc daria para quem está pensando em cursar publicidade??


 (17:37:14) Carlos Domingos: Larrissa (cris), antes de mais nada ver se realamente você quer estudar publicidade ou se você está só seguindo os amigos. Ler o meu livro é um bom começo para descobrir isso. Em segundo lugar, descobrir quais são as melhores faculdades. Pesquisando por exemplo, aqui no Guia do Estudante.


 (17:37:16) Pablo fala para Carlos Domingos: E qual é o conselho que vc daria a quem está se formando este ano? suicídio??? : )


 (17:39:34) Carlos Domingos: Pablo, se você é um pára-quedista, um cara que estudou propaganda pensando que é uma grande festa, a gente pode falar sobre as técnicas de suicídios menos dolorosas. Agora, se você é um cara apaixonado por propaganda, anime-se, porque você vai conseguir o seu lugar. Para gente boa, com tesão, é como aquela propaganda da Rexona " sempre cabe mais um".


 (17:39:40) Nyl fala para Carlos Domingos: Por que geralmente idéias criativas são ideias óbvias?


 (17:42:16) Carlos Domingos: Nyl, porque é o que toca todo mundo. Se uma idéia for muito elaborada, muito complicada, as pessoas acabam não entendendo. E lembre-se um comercial nada mais é do que uma forma de venda. Se as pessoas não entenderem a idéia, elas não vão comprar o seu produto. Ao contrário do que se pensa, é muito difícil ter idéias óbvias, exatamente por serem óbvias a gente pode não notá-las.


 (17:42:24) TL. fala para Carlos Domingos: O TITULO DE SEU LIVRO TEM UMA CONOTAÇAO LOGICA? E UM INDIRETA? E QUEM FEZ A D.A DE SEU LIVRO?


 (17:45:53) Carlos Domingos: TL, o título do meu livro Criação sem pistolão, não é uma indireta, é uma direta mesmo. Algumas pessoas conseguem entrar neste mercado porque têm um pistolão, conhecem o dono da agência, ou são filhos de clientes. Mas a grande maioria não tem pistolão. Eu escrevi para elas. Mesmo pra quem tem o pistolão recomendo a leitura do livro porque os amigos respeitam mais quando você conquista as coisas com os próprios méritos. A direção de arte da capa, que ficou linda, é do meu sócio, Tomas Lorente.


 (17:45:59) Pablo fala para Carlos Domingos: Desde de pequeno, sempre gostei de desenhar, inventar, criar ( ou copiar...), e esolvi fazer publicidade pois achava extremamente interessante, alme de todos dizerem que era( e sou, modéstia a parte) muito criativo, mas estágios e empregos para universitários parecem valorizar o qto se sabe sobre coreldraw(etc)....Gostaria de saber se as agências hj em dia valorizam mais a criatividade do profissional ou o quanto ele sabe sobre programas de computador....


 (17:47:43) Carlos Domingos: Pablo, as agências valorizam a criatividade. Acontece que como a concorrência anda muito alta, para selecionar alguém a gente observa também outros conhecimentos. Aconselho a você fazer um curso ou um estágio para aprender esses programas.


 (17:47:47) Larissa (cris) fala para Carlos Domingos: Qual é a sua opinião sobre o método que as agências adotam quando vão contratar um estagiário, onde normalmente quem tem preferência são aqueles que foram indicados ou que possuem nome ou influência?


 (17:49:54) Carlos Domingos: Larissa (cris), eu não concordo com você. Pelo menos as boas agências não contratam por esse critério. Contratam o melhor candidato. O raciocínio é simples: se você contratar um cara incompetente, ao invés de te ajudar, ele vai te dar mais trabalho ainda, porque você vai ter que refazer as coisas erradas que ele fez.


 (17:50:15) catia fala para Carlos Domingos: tenho muita facilidade para captação, o que eu gostaria era de analisar projetos, onde este perfil se encaixa no mercado marketing cultural no momento?


 (17:52:38) Carlos Domingos: Catia, se você tem capacidade para captação, você tem um grande futuro. O masi difícil no marketing cultural, é justamente a captação. Aconselho você a procurar as ongs, empresas que têm marketing cultural e até as agências que valorizam isso.


 (17:52:54) TL. fala para Carlos Domingos: VC COSTUMA VER PASTAS E QUAL SEU CRITERIO? SE TEM UM DESCREVA POR FAVOR,, O QUE E BOM O QU E NAO E,,,,


 (17:56:25) Carlos Domingos: TL, eu costumava ver muitas pastas. Mas ultimamente ando muito ocupado. Peço para os meus redatores olharem as pastas e me mostrarem alguma realmente interessante. Com relação ao critério, melhor do que eu falar subjetivamente é eu dar exemplo. Recomendo a você olhar os anuários do Clube de Criação de São Paulo. No geral, eu gosto de idéias fortes, anúncios e comerciais simples.


 (17:56:27) Nyl fala para Carlos Domingos: O que deve ter uma campanha para ser considerada boa?


 (17:57:39) Carlos Domingos: Nyl, ela deve ter uma grande idéia e se destacar da multidão de campanhas que se vê no ar e as vendas esperadas pelo cliente.


 (17:57:50) Larissa (cris) fala para Carlos Domingos: Gostaria de saber se a publicidade brasileira é bem vista e conceituada pelo cenário internacional. Qual é a sua opinião sobre a nossa publicidade??


 (17:59:34) Carlos Domingos: Larissa (cris), a publicidade brasileira está entre as quatro melhores do mundo, atrás apenas dos EUA, Inglaterra, e empatada com a Espanha. Eu tenho orgulho de estar num país que valoriza a propaganda.


 (17:59:55) PAFÚNCIO fala para Carlos Domingos: O QUE VC ACHA QUE VAI ACONTECER COM O MERCADO AGORA, CARLOS? ACHA QUE EM 2003 AS AGÊNCIAS TENDEM À FUSÃO? VAI CAIR TUDO NO VAREJÃO? OU O QUE?


 (18:02:16) Carlos Domingos: PAFÚNCIO, acho que este ano foi tão ruim para a publicidade que o próximo só pode ser melhor. Acredito que as fusões vão continuar acontecendo não só em publicidade como em todas as áreas. De qualquer forma, acredito que um pouco de otimismo vai bem. Porque crise é que nem impotência: se você achar que vai ter, terá.


 (18:04:43) Carlos Domingos: Bom gente, foi legal estar aqui com vocês. Muitas respostas vocês podem encontrar no meu livro: Criação sem pistolão, já disponível nas livrarias pela Editora Negócio. A quem tivber alguma outra dúvida, pode me mandar um e-mail: domingos@age.com.br. E quem tiver uma grande conta e não souber a que agência entregar também deve me escrever. Obrigado pela atenção e boa sorte a todos.


 (18:04:59) Selecionadora Guia do Estudante: O Guia do Estudante agradece a presença de todos os participantes. Não deixem de visitar o site www.guiadoestudante.com.br

Produtos UOL
Antivírus
Backup
Assistência Técnica