UOL Bate-papo

  • pessoas online
  • 7.577 salas abertas
  • 378.850 lugares

Bate-papo com convidados

BATE-PAPO COM Álvaro de Moya - 23/11/2002 às 16h00

Álvaro de Moya, especialista em quadrinhos

Conhecido como um dos maiores especialistas mundiais em histórias em quadrinhos, o professor Álvaro de Moya falou sobre a inauguração da Gibiteca Sesi (SP).

 (16:04:10) Mario fala para Álvaro de Moya: Boa Tarde!


 (16:04:11) andré fala para Álvaro de Moya: Boa tarde, sr álvaro. Nos fale por favor sobre seu livro Vapt Vupt


 (16:05:16) Álvaro de Moya: Andre: O meu novo livro e uma coletanea dos artigos que publico bimestralmente na revista Abigraf.


 (16:05:53) juca fala para Álvaro de Moya: Quando o senhor começou a se envolver com quadrinhos?


 (16:06:54) Álvaro de Moya: Juca: Quando eu não babia ler, entrava no quarto do meu irmão mais velho e, escondido lia um grande album do Flash Gordon, desenhado pelo Alex Raymond.


 (16:06:55) crica fala para Álvaro de Moya: Como foi preparar este acervo para o Sesi?


 (16:08:26) Álvaro de Moya: Crica: Foi ótimo, o pessoal do Sesi foi muito receptivo, sem interefrencia, pudemos fazer uma seleção do melhor acervo possivel, dedicado aos adolescentes.


 (16:08:27) superman fala para Álvaro de Moya: Quais seus personagens prediletos?


 (16:09:51) Álvaro de Moya: Superman: Eu diria todos. Mas seleciono The Spirit, do Will Eisner. Eisner é o Orson Welles dos quadrinhos e The Spirit o Cidadão Kane dos gibis.


 (16:09:52) obrasil fala para Álvaro de Moya: Quais cartunistas brasileiros você mais admira?


 (16:11:55) Álvaro de Moya: Obrasil: Em termos de cartoon, creio que tudo começou com Angelo Agostini, continuou com . J. Carlos e Belmonte. Quanto a quadrinistas brasileiros é outro gibi.


 (16:12:01) Pacino fala para Álvaro de Moya: Moya gosto muito de cinema e adaptação de quadrinhos na telona, tem alguma versão que você curtiu no cinema, e se você tem informação de alguma adaptação para o telão do melhor HQ, de todos os tempos na minha opinião : WACHTMEN


 (16:13:57) Álvaro de Moya: Pacino: Algum parentesco com o Al? O Fellini costuma dizer que ) Imcaffarenajossivel verter quadrinho para cinema, pois elimina a imaginação do leitor. Watchmen precisaria de um grande roteirista e um grande diretor...


 (16:14:02) edie fala para Álvaro de Moya: Quando será aberta para a visitação do público a Gibiteca?


 (16:15:53) Álvaro de Moya: Edie: segunda feira, dia 25, havera uma abertura para convidados, quando será lançado meu livro. Depois, o Angeli far


 (16:15:55) Mario fala para Álvaro de Moya: aliás, falando em adaptação o senhor viu uma adaptação muito tosca e antiga do Monstro do Pântano? acho q é anterior ao período Alan Moore


 (16:16:56) Álvaro de Moya: Mario: Essa versão do Monstro do Pântano deve ser anterior a excelente fase do Alan Moore.


 (16:16:58) Carlos Charles fala para Álvaro de Moya: O QUE VC ACHA DO TRABALHO DO MAURICIO DE SOUZA E DE SUAS HISTORIAS TOMAREM UMA PROPORÇAO TAO GRANDE ?


 (16:18:43) Álvaro de Moya: Podemos dizer que o Brasil teve tres grandes sucessos de público, o primeiro de Chiquinho, em O Tico-Tico, depois, o Amigo da Onça em O Cruzeiro e hoje os personagens do Maurício têm resposta popular incrível.


 (16:18:46) Jän¢mßå*W§*UFC* fala para Álvaro de Moya: e o que vc acha sobre quadrinhos japoneses?


 (16:19:01) Adriana de Barros/UOL: ...


 (16:19:03) Adriana de Barros/UOL: O Centro Cultural Fiesp convida todos internautas para a abertura da Gibiteca Sesi, no dia 25 de novembro, a partir das 19h. Entrada Franca


 (16:19:21) Adriana de Barros/UOL:

Divulgação
Convite da inauguração da Gibiteca Sesi SP, que acontece nesta segunda (25)


 (16:19:52) Adriana de Barros/UOL:

Divulgação
Convite da inauguração da Gibiteca Sesi SP, que acontece nesta segunda (25)


 (16:21:28) Álvaro de Moya: JäncmBa*W$*UFC*: Se é mesmo assim que se soletra seu nome... os mangás existem desde o período Hokusai. Têm uma enorme tradição. E hoje é o veículo mais popular do mundo, apoiado nos animé.


 (16:21:32) FELIPEHONDA fala para Álvaro de Moya: o que vc achou da adptação em quadrinhos do filme homem-aranha?


 (16:23:08) Álvaro de Moya: FELIPE HONDA: De moto Honda, respondo que gostei. Achei dos melhores entre as super-produções de Hollywood.


 (16:23:11) Mario fala para Álvaro de Moya: Sr. Alvaro, meu nome é Mario Russo, conheci o senhor pessoalmente durante uma convenção de HQ aqui em Londrina-PR,em 1996 (lembra do Clone 209?), estou terminando a faculdade de artes e gostaria de saber como anda Mestrado na área de História em Quadrinhos.


 (16:23:35) Adriana de Barros/UOL: Programação do dia 25 de novembro: 19h - Visita ao acervo; 20h - Lançamento do livro "Vapt Vupt", de Álvaro de Moya; 21h - Bate-papo com Angeli


 (16:25:12) Álvaro de Moya: Lembro-me com alegria o evento em Londrina, que trouxe para o mercado editorial de S. Paulo, o Eloyr Pacheco e sua Brainstore. Quanto ao mestrado sugiro que procure o Waldomiro Vergueiro na ECA-USP, na biblioteconomia.


 (16:25:20) simone fala para Álvaro de Moya: o seu livro fala sobre HQ?


 (16:26:41) Álvaro de Moya: É uma coletanea de artigos que saíram na revista Abigraf, focalizando quadrinhos, animação, cartoon, sempre em cores e impressão de primeiro mundo em papel couchê.


 (16:27:02) simone fala para Álvaro de Moya: moro no interior do Pr...como faço p/ adquirir seu livro?.


 (16:27:17) Adriana de Barros/UOL:

Divulgação
Convite da inauguração da Gibiteca Sesi SP, que acontece nesta segunda (25)


 (16:28:05) Adriana de Barros/UOL: Programação do dia 26 de novembro: 19h - Palestra com Maurice Horn


 (16:28:09) Álvaro de Moya: O livro deverá estar em livrarias e em lojas ligadas á distribuição da Comix e da Devir, e suas filiais no Paraná.


 (16:28:11) chuva do deserto-h fala para Álvaro de Moya: qual estilo de desenho gota mais: Mangás ou americanos???


 (16:29:33) Álvaro de Moya: Desde antes de aprender a ler, acostumei-me com os quadrinhos norte-americanos. Depois, acompanhei os europeus. E agora, os mangás. Sempre gostei do cinema japonês: Kurosawa, Imamura etc.


 (16:29:41) Guy fala para Álvaro de Moya: Olá, Alvaro. Todo mundo que é fã de quadrinho tem uma história a contar sobre como começou a desenhar. Gostaria de saber como você, que é um dos maiores especialistas do mundo, passou a gostar de quadrinho e começou sua carreira.


 (16:31:54) Álvaro de Moya: Guy: Como disse, folheava o grande album de Flash Gordon do Alex Raymond e copiava os desenhos. Escondido de meu irmão mais velho. Um dia, ele vem com um amigo e diz Olha como meu irmãozinho desenha be. Mostra pra ele. Aí eu soube que desenhava bem. Pudera! Copiando Raymond...


 (16:31:57) Feio Sujo Malvado fala para Álvaro de Moya: Estava fora do Brasil por um tempo, não sei direito como anda o mercado de Quadrinhos, os novos talentos , se tem crise todo ano que passou aqui no Brasil nessa área de HQ. Mestre Alvaro, como o senhor avalia o mercado de quadrinhos a nivel mundial e brasileiro atualmente?


 (16:33:09) Adriana de Barros/UOL:

Divulgação
Convite da inauguração da Gibiteca Sesi SP, que acontece nesta segunda (25)


 (16:33:17) Adriana de Barros/UOL: Programação do dia 27 de novembro: 19h - Encontro com os "Piratas do Tietê" do cartunista Laerte


 (16:33:26) Álvaro de Moya: A nível mundial, os States estão em crise, o mangá vai de vento em popa, e o Brasil sofre com uma crise generalizada que afeta também os quadrinhos como mercado. Mas deve passar.


 (16:33:39) spiderman fala para Álvaro de Moya: que legal entao você conhece o estilo manga , aonde teve seu primeiro contato com esse estilo


 (16:35:22) Álvaro de Moya: Spiderman: Como fã do cinema niponico, interessei-me pelos quadrinhos em Lucca, na Itália e o livro do Frederic Schodt me abriu as portas, graças a esse presente que me deu Osamu Tezuka.


 (16:35:33) Pacino fala para Álvaro de Moya: Moya, admiro muito os traços do espaguetão Tex, e gostaria de saber se o seu livro é mais técnico e didático ou fala um pouco de vários estilos de HQ ?????


 (16:37:09) Álvaro de Moya: Spiderman: Como fã do cinema niponico, interessei-me pelos quadrinhos em Lucca, na Itália e o livro do Frederic Schodt me abriu as portas, graças a esse presente que me deu Osamu Tezuka.


 (16:37:10) Denis fala para Álvaro de Moya: Por falar em novos talentos, o que é preciso para entrar no mercado brasileiro de quadrinhos, além de saber desenhar bem?


 (16:37:38) Adriana de Barros/UOL:

Divulgação
Convite da inauguração da Gibiteca Sesi SP, que acontece nesta segunda (25)


 (16:37:46) Adriana de Barros/UOL: Programação do dia 28 de novembro: 19h - Mesa redonda especial com Álvaro de Moya


 (16:38:06) Álvaro de Moya: Pacino ou Al: Gosto de cinema, literatura,. musica mas só do bom e do melhor. No livro, falo de tudo.


 (16:38:09) Wally West fala para Álvaro de Moya: Os quadrinhos hoje em dia estão menos romanticos que os de antigamente? As HQs ultimamente tem a tendencia de seguir a realidade que os cerca? Isso não pode estar afastando o público que gosta da diversão pela diversão?


 (16:38:44) Álvaro de Moya: MELHOR QUE DESENHAR BE, É ESCREVER BEM. mANDE PARA UM EDITOR.


 (16:38:56) Renato fala para Álvaro de Moya: gostaria de saber quais as expectativas para o mercado de quadrinhos em 2003.


 (16:41:00) Álvaro de Moya: Wally West: Sou contra a diversão pela diversão. O quadrinho sempre focalizou a realidade de um modo criativo e fantasioso, muito rico em metáforas. E continua assim, Vide Frank Miller, Alan Moore e Neil Gaiman.


 (16:41:05) Mario- fala para Álvaro de Moya: Sr. Álvaro, tem uma coisa que nunca entendi, se o roteiro de Sandman é tão bom, e os editores sabiam disso, porque não contrataram excelentes desenhistas/ pintores?


 (16:41:51) Álvaro de Moya: Mario: Também acho que Sandman merecia melhores desenhistas.


 (16:42:28) Wally West fala para Álvaro de Moya: A que se deve o fascinio dos brasileiros por uma revista como TEX? Ela, apesar de tratar de um tema batido como o faroeste, dura há vários anos. Qual o segredo dos Bonneli?


 (16:43:31) Álvaro de Moya: Os roteiros de Tex são muito bons. O faroeste tem melhor receptividade no Brasil e na Europa do que nos States.


 (16:43:33) Feio Sujo Malvado fala para Álvaro de Moya: Mestre Álvaro, adquiri o vosso livro "História das Histórias em Quadrinhos", gostei muito pela abrangencia com que cobre a produção dos quadrinhos no mundo. esse novo livro de vossa autoria "Vapt Vupt" seria na mesma linha?


 (16:45:25) Álvaro de Moya: O Vapt Vupt também é abrangente e fala de tudo, até da publicidade em quadrinhos. Espero que goste tanto quanto a História da História em quadrinhos.


 (16:45:28) Pacino fala para Álvaro de Moya: Moya, Disney é uma espécie de Spielberg dos quadrinhos, apesar de ganharem muito dinheiro não tem o reconhecimento merecido em suas areas ??????


 (16:45:43) Adriana de Barros/UOL:

Divulgação
Convite da inauguração da Gibiteca Sesi SP, que acontece nesta segunda (25)


 (16:45:49) Adriana de Barros/UOL: O Centro Cultural Fiesp convida todos internautas para a abertura da Gibiteca Sesi, no dia 25 de novembro, a partir das 19h. Entrada Franca


 (16:47:50) Álvaro de Moya: É curioso como há um problema entre a qualidade e o comércio. Van Gogh jamais conseguiu vender um só quadro. Hoje são vendidos por milhões de dolares. Disney tem uma mistura estranha de arte e comércio. Já o Spielberg, na minha opinião é só comerciante.


 (16:47:57) HARSH REALM fala para Álvaro de Moya: POR QUE SOMENTE HOJE , OS QUADRINHOS ADULTOS TEM UM TRATAMENTO DESCENTE NO BRASIL , COM DIVERSAS EDITORAS PUBLICANDO-OS ?


 (16:49:50) Álvaro de Moya: HARSH REALM, O mesmo acontece com o cinema. Só as salas de arte cuidam dos filmes de qualidade. O quadrinho adulto passou a ser considerado somente quando os europeus "descobriram" os comics norte-americanos.


 (16:49:52) HARSH REALM fala para Álvaro de Moya: POR QUE AUTORES COMO NEIL GAIMAN , E ALAN MOORE SÃO TAÕ GLORIFICADOS HOJE EM DIA , SÃO RELAMENTE TÃO BONS , OU A FALTA DE NOVOS ESCRITORES É QUE FAZ COM QUE ELES SEJAM GLORIFICADOS.


 (16:51:28) Álvaro de Moya: HARSCH REALM : Eu acho que eles são realmente bons, como eram Al Capp, Milton Caniff e Will Eisner como escritores.


 (16:51:37) ^°(J.O.H.N.N.Y.)° pergunta para Álvaro de Moya: a q se deve essa onda de heróis no cinema??? Será que agora os quadrinhos ganharão um espaço maior???


 (16:51:49) Adriana de Barros/UOL:

Divulgação
Convite da inauguração da Gibiteca Sesi SP, que acontece nesta segunda (25)O Centro Cultural Fiesp convida todos internautas para a abertura da Gibiteca Sesi, no dia 25 de novembro, a partir das 19h. Entrada Franca
>Programação do dia 26 de novembro: 19h - Palestra com Maurice Horn


 (16:53:24) Álvaro de Moya: J.O.H.N.N.Y. - Acho que um problema de falta de criatividade dos roteiristas e produtores de Hollywood e o investimento em personagens populares no mundo todo. Wall Street está faturando...


 (16:53:30) spirit fala para Álvaro de Moya: TUDO LEGAL,ALVARO?APRECIO SEU TRABALHO,DESDE OS TEMPOS DO INICIO DO CADERNO 2!


 (16:55:14) Álvaro de Moya: spirit - Os quadros do Caderno 2 serviram de base para o livro História da História em quadrinhos da Editora Brasiliense. Obrigado por acompanhar meu trabalho na difusão dos quadrinhos.


 (16:55:16) Feio Sujo Malvado fala para Álvaro de Moya: Mestre Moya, qual foi o "lance" de uma certa briga entre o Sr. e a LP&M? Confesso que adquiri, numa certa época, grandes álbuns de luxo de Quadrinhos por esta editora...


 (16:57:35) Álvaro de Moya: Feio Sujo Malvado - Infelizmente foi um mal entendido. Tive que reeditar o livro, com cores na Brasiliense. Sempre admirei o trabalho deles e continuo impressionado com a qualidade de seleção deles, inclusive nos pockets. Gostaria de fazer as pazes com a L&PM.


 (16:57:43) HARSH REALM fala para Álvaro de Moya: COMO ATRAIR NOVOS LEITORES COM COMICS SENDO VENDIDOS A 6 , 7 REAIS ? NÃO É UTÓPICO ACHAR QUE NOVOS LEITORES COMPRARAM QUADRINHOS TEORICAMENTE DESCONHECIDOS POR PREÇOS TÃO IRREAIS


 (16:59:59) Álvaro de Moya: HARSH REALM : O custo do papel é cotado em dolares. A impressão custa muito caro. Os direitos autorais são pagos em dolares. As tiragens cairam muito e quanto menor a tiragem, mais caro fica. Mas eu acho que os gibis em banca deveriam custar menos e os livros nas livrarias, um preço mais de acordo com o mercado de livros.


 (17:00:06) Adriana de Barros/UOL:

Divulgação
Convite da inauguração da Gibiteca Sesi SP, que acontece nesta segunda (25)


 (17:00:07) James W. Gordon fala para Álvaro de Moya: Quadrinhos na Internet já são uma realidade ou ainda falta muito para ela substituir o papel? Como se dará essa transição?


 (17:01:58) Álvaro de Moya: james W. Gordon. Stan Lee tentou os comics na Internet justo quando o índice Nasdaq despencou. Creio que teremos quadrinhos em papel, como na internet e nas telonas e telinhas.


 (17:03:24) Álvaro de Moya: Estamos chegando no limite do horário, ficam minhas despedidas, esperando encontrar com vocês na gibiteca do Sesi, edificio da FIESP.


 (17:03:30) Adriana de Barros/UOL: O Bate-papo UOL agradece a presença de Álvaro de Moya. Amanhã, taróloga faz consulta online aos internautas, 19h e o Professor Salles comenta a prova da Unicamp, 20h. Até lá

Produtos UOL
Antivírus
Backup
Assistência Técnica