UOL Bate-papo

7.825 salas abertas pessoas online 391.250 lugares

Bate-papo com convidados

BATE-PAPO COM Padre Marcelo Rossi - 22/10/2008 às 15h00

O DVD "Paz Sim, Violência Não - Volume 1" e os CDs homônimos volumes 1 e 2, são temas da conversa com o sacerdote conhecido por evangelizar por meio da música. Gravado em abril deste ano, no Autódromo de Interlagos (São Paulo), o evento celebrou os dez anos de evangelização do padre que mais vende discos no Brasil e teve mais de três milhões de espectadores. Ao lado de artistas como Xuxa, Belo, Chitãozinho & Xororó, Bruno & Marrone, Hebe Camargo, Leonardo, Claudia Leitte e Daniel, o líder católico cantou 28 músicas entre inéditas e sucessos.

  • Ouça os sucessos de padre Marcelo Rossi
  • Compre os álbuns do sacerdote na UOL Megastore
  • Saiba como foi a gravação do show "Paz Sim, Violência Não"
  • Com queda no mercado fonográfico, padre Marcelo e Ivete Sangalo são mais vendidos
  • Assista ao vídeo do papo na íntegra:

  • Participaram do Bate-papo 1901 pessoas


    (03:09:36) Padre Marcelo: É uma alegria estar aqui, boa tarde. Queridos internautas, Deus os abençoe. Agora vamos falar sobre paz...

    (03:10:48) Padre Marcelo: Eu agradeço a Sony por escolher o produtor Guto Graça Mello e o Santiago Ferraz, eram 22 câmeras que conseguiram retratar um momento especial de mais de 3 milhões de pessoas que estiveram juntas ao longo de nove horas em Interlagos. E com um tema muito sério. Tivemos casos de violência muito sérios. E a importância, no meu caso que sou padre, de levar a paz. Paz sim, violência não.

    (03:13:04) Padre Marcelo: Um detalhe, este evento já é programado há muito tempo. Não sei se vocês poderão ver, mas meu dedo já não é mais o mesmo. Joguei pelo Paz Sim, Violência Não com o goleiro Rogério Ceni, um grande amigo. Fizemos um jogo, ele me treinou primeiro como goleiro, a única posição que posso jogar. E eu falei para ele chutar para valer e na hora que ele chutou o meu dedo nunca mais voltou. Foi para trás, voltou e eu não fiz nada na hora. Se eu contasse não iam me deixar jogar no dia seguinte. Joguei, foi um jogo emocionante no Morumbi no dia 21 de abril de 2007. E em 2008 resolvi fazer uma coisa bonita. Fui ligando para os artistas, eram 22 artistas e todos cancelaram a sua agenda e vieram. O que seria um CD virou dois CDs e depois dois DVDs, nove horas de gravação.

    (03:15:12) Padre Marcelo: Vocês estão me vendo aqui com esta roupa franciscana, é uma homenagem ao meu bispo Dom Fernando Antonio Figueiredo que sem o qual seria impossível, ele é franciscano. Eu tenho obediência ao papa, pois sou padre secular, e ao bispo de minha diocese, sou encardinado. Desde o início ele conversou conosco a importância de evangelizar, buscando outros meios entre as quais a internet, os meios são importantes. Ele disse para ir evangelizar, mas sem perder a identidade. E eu fui, mas no começo fui muito criticado. Hoje, graças a Deus, vocês podem ver a obra. Veja os frutos e você vai poder conhecer a árvore. Tem uma base sólida. Por isso esta homenagem ao meu bispo que soube na hora em que eu estava triste com as críticas me animar e na hora em que eu estava "lá em cima" baixar devagar. Então agradeço a Dom Fernando e ao papa.

    (03:16:05) Padre Marcelo: Não é só música, é oração. Tem uma frase do projeta Isaias que é incrível, diz "este povo me louva com os lábios, mas o seu coração esta longe de mim". Jesus comentou a mesma coisa. Então não adianta a oração sem o "c" na frente que é "coração". Levar a pessoa a louvar a Deus de coração. Como é importante...

    (03:03:12) ROSALINA__MARRA: PADRE O QUE MAIS TE EMOCIONA NESSES 1O ANOS DE EVANGELIZAÇÃO PELA MÍDIA??

    (03:18:22) Padre Marcelo: Rosalina_Marra, eu sofri um acidente de carro, a única vez em minha vida. Na época eu não usei cinto de segurança e ia buscar uma pizza, tinha oito dias de sacerdócio. Não foi culpa minha, uma pessoa veio em minha direção, eu acelerei o carro e bati contra o poste. Quebrei na minha mão a direção. Naquela hora não aconteceu nada comigo, mas passou um filminho da minha vida. Eu fui salvo. Este momento me emocionou muito. Várias vezes me emociono, não consigo cantar. Quantas coisas eu tive que enfrentar. Tenho um foco e este foco é Jesus. Então a minha grande emoção e que vai ficar eterna é só Deus. Para mim uma coisa perene, até quando Ele quiser que eu viva aqui, é este projeto. Este é um projeto abençoado.

    (03:12:57) Geovanna/UOL:

    Padre Marcelo Rossi conversa sobre o CD e DVD "Paz Sim, Violência Não" com os internautas do UOL (Flavio Florido/UOL)

    (03:03:45) Minguita: Boa tarde padre, como foi a emoção de cantar em dueto com tantos ídlos de nossa música?

    (03:19:16) Padre Marcelo: Minguita, cada um deles têm uma história em minha vida. São meus amigos. Amigos porque nos bastidores olhos nos olhos, os ajudei em momentos difíceis porque são humanos. Eles têm problemas como todos nós temos. Os levei para conhecer este Jesus maravilhoso, eles foram cantar para Ele.

    (03:06:29) H csdo 51a. C.M.: Pe. posso sbr como está a religiao catolica num modo geral??

    (03:21:11) Padre Marcelo: H csdo 51a. C.M., lembrando que não sou proselitista. Tenho vários amigos evangélicos, protestantes, espíritas... Tenho um respeito profundo, seja católico, ecumênico e os inter religiosos. Tenho uma amizade a favor da vida e outros valores éticos que eu creio, que estamos em comunhão. Mas qual dos meus dedos é o mais importante? Todos. A igreja católica tem uma coisa linda, ela é unidade na diversidade. Ter esta diversidade na unidade. É a diversidade na igreja, uma unidade que é importante e não uma uniformidade. Por isso que sou apaixonado na igreja católica.

    (03:24:49) Padre Marcelo: Eu sou apenas um instrumento, um servo. Apesar que em muitas vezes profeta como padre. Quando eu entrei no sacerdócio imaginem a minha vida. Eu sou a continuação da família Rossi, meu avô e meu pai foram contra esta missão. Tive duas namoradas, com uma estava tudo encaminhando para o casamento e hoje já batizei três filhos dela. Foi uma coisa tranquila. Mas tive que lutar contra isso. Me formei em educação física. Era apaixonado por ginástica e com 15 anos já era professor. Tenho 1,95m, eu tinha 9% de gordura com 130 quilos. E Jesus me chamou, comecei a perceber que a vaidade não vale nada. Eu treinava corpos, não era o melhor professor. E Deus me chamou para esta missão. Eu tinha uma meta que era ter uma academia e deixei tudo por Jesus. Não foi uma renúncia, pois foi uma coisa que eu ofertei. O casamento é lindo, mas ofertei o celibato por esta missão, vivo o celibato. No seminário eu ficava quietinho, montei um grupo de música que se chamava QG, Quebra Galho. Daí a música sempre esteve envolvida em minha vida. Sempre gostei de música. Então Deus me pescou pela música e me levou ao mundo católico onde ela sempre existiu, mas fazendo a pessoa cantar. Eu sempre faço CD ao vivo porque quero mostrar que é o povo que canta e o povo que canta participa e participar é outra coisa.

    (03:07:18) MédicaMiga_de_Deus: PADRE......................... VC VAI FAZER MESMO UM FILME COM A VIDA DE SÃO LUCAS........ O MÉDICO??

    (03:27:57) Padre Marcelo: MédicaMiga_de_Deus, o primeiro livro que li, um romance, se chamava "O Médico dos Médicos". Este livro me conquistou. Coincidência ou não, a primeira vez que conto isso. As pessoas conhecem o Rossi, mas imagina uma família enorme do lado Mendonça, 50 primos e eu era o caçula. Eu tinha um primo que me defendia, o Serginho. Com a sua morte, ele me fez ler o livro. Aí houve a minha conversão. Isto mexeu muito comigo. Eu devo a minha mãe, lógico, mas ao meu primo também que está no céu. Então tenho projeto do filme com ele, mas agora o meu projeto é o novo santuário.

    (03:28:47) Padre Marcelo: Este santuário irá ficar fantástico. Imagina um lugar real com 25 mil pessoas dentro e fora, 100 mil. Isto não é para mim, mas para a Igreja. Este é o meu objetivo principal. Não tem data para começar a funcionar. Lá será também o meu descanso, lá que serei enterrado assim como os bispos e padres que quiserem. Lá será o cartão postal de SP, é para Jesus e a Igreja. Todo e qualquer trabalho como este eu oferto para este novo santuário, é importante saberem disso.

    (03:09:42) Paulistano 45: é errado pedir a Deus para ganhar na loteria?

    (03:30:15) Padre Marcelo: Paulistano 45, não gosto de comércio com Deus. O Deus que sou apaixonado, que me conquistou. Eu já passei fome quando servi o Exército, não foi por necessidade, mas por obrigação. Lido com pessoas que passam fome e sede por necessidade, são realidades diferentes. Para mim a vocação é se entregar a Deus. Esta missão é muito séria, de levar as pessoas a conhecerem o Senhor, este encontro especial com Cristo. Por nada e nem por ninguém troco isso.

    (03:10:59) Oaxiac Odéz: Você que participou do show "Paz Sim, Violência Não" como vê o caso do seqüestro da garota Eloá?

    (03:33:12) Padre Marcelo: Oaxiac Odéz, infelizmente tenho que ler jornal. Não tenho nada contra, mas o que vence hoje é a má notícia. O evangelho é a boa notícia. E o que dá ibope hoje? Vejo com pesar o sofrimento. Uma coisa linda, quando vou ao cemitério e tenho que atender as pessoas, o que devo falar? Não falo nada, eu oro e abraço. Compaixão é sofrer com... Isso quando você vê que tem amor. A importância de levar o amor, somos educadores. Quem estou educando? Por exemplo, tenho dois cachorrinhos pequenos e quero educá-los para o amor. Posso criá-los como monstrinhos que atacam e matam ou posso criar dois que defendem, mas que não vão atacar ninguém. Então é muito difícil julgar.

    (03:35:28) Padre Marcelo: Nestes dez anos fiquei muito magoado muitas vezes somando críticas escritas ou faladas. Toda a vez que vou rezar o Pai Nosso chego naquela frase e não tem como não perdoar. "Perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido." É um acordo que fazemos com Ele. Então na hora eu penso se vale a pena. Deus foi tão maravilhoso comigo e quem sou eu para julgar um irmão se um dia eu já falei mal de alguém. Se Deus me tocou por que ele não pode tocar o outro? Então quando você se coloca no lugar do outro, você perdoa e a vida da gente muda. Agora, uma coisa é perdão. Até fui muito questionado sobre isso, me perguntam por que eu escolhi o Belo. Ele errou, humanamente falando eu não o colocaria cantando "Noites Traiçoeiras", mas como padre o perdão é divino. e a música tinha tudo a ver com ele. Porque ele estava passando noites traiçoeiras, ele dormia na cadeia. E ficou esta música fantástica. Deus sabe o que faz. Então foi o único que na hora eu sentei e pensei. Mais o carinho que tenho por ele. E compreender a segunda chance, que ele saiba aproveitá-la.

    (03:13:55) criss love: padre qual amusica que mais te emociono????

    (03:36:59) Padre Marcelo: criss love, já gravei oito CDs, mais de 70 músicas. O Guto que escolheu os artistas e as músicas. Mas é difícil. Agora uma que mexeu muito que está no CD 2 é o "Basta Querer". Também "Na Língua dos Anjos" e "Lindo Céu". "Em Troca de Paz" tem tudo a ver com justiça. Esta não foi ao vivo porque eu não a conhecia. É uma letra fantástica.

    (03:20:39) Geovanna/UOL:

    Padre Marcelo Rossi conversa com os internautas no estúdio do UOL (Flavio Florido/UOL)

    (03:14:04) Anderson-PL/MG: Padre Marcelo, a sua benção, O Sr. acha que o lançamento do CD e DVD "Paz Sim, Violência Não", juntamente com todos aqueles artistas, têm contribuído na redução da marginalidade de nosso país e incentivado no aumento da fé dos nossos jovens?

    (03:39:01) Padre Marcelo: Anderson-PL/MG, a igreja católica está crescendo ou não? Quando comecei eram cinco seminaristas na minha diocese e hoje são 160 padres e 90 seminaristas. O legal é que Deus abriu caminhos como a TV Globo, estou indo para o Brasil todo, aliás, para 160 países. Você conseguir levar através da música a mensagem do amor, da paz e do louvor que liberta. Estamos no mundo, o século 21, da depressão. Como encontro pessoas deprimidas, com síndrome de pânico, fobias e neuroses. O que aconteceu com o caso Linderberg pode ser uma coisa bipolar, as mudanças que ele tinha. São coisas que na verdade começam na alma, então é atingir as pessoas. Então irá seguir o segundo DVD que é perene, que significa que daqui a 50 anos alguém ainda pode ser tocado.

    (03:41:19) Padre Marcelo: Uma data muito importante que mexe com a minha vida é o dia 2 de novembro. Estou completando dez anos de evangelização no segundo semestre. Não vou poder realizar a missa em Interlagos nesta data porque é o final da fórmula 1. E a segunda data que celebro é o dia 21 de abril. É a data que realizo o Paz Sim, Violência Não que comecei com o Rogério Ceni fazendo nos estádios, mas que passa para todo os lados. Deus tem um plano.

    (03:41:52) Padre Marcelo: Quando eu comecei e que o papa puxou a nossa orelha éramos 4% de católicos praticantes contra 82% de católicos no Brasil segundo o senso. Hoje somos 67% de católicos declarados e mais 32% de praticantes. Isto é uma bênção enorme. Eu fui um soldadinho nesta missão.

    (03:14:29) Reginho: Padre qual o significado da Eucaristia na sua vida, sendo que Jesus se faz presente na mesma?

    (03:45:55) Padre Marcelo: Reginho, a primeira coisa que faço quando acordo e ir para a capela e celebrar a missa. Muitas vezes eu tenho que pregar em castelhano, mas não importa a língua. É um momento em que me coloco diante Dele e me entrego e peço a Ele cinco coisas: humildade, humildade, humildade, equilíbrio e unção. Humildade é saber os meus limites, saber que não sou nada sem Deus. Unção, sem ela não somos nada. Um tempo atrás tomei um susto, o coração, está tudo bem agora, mas na hora tomei um susto. Nunca havia passado por esta experiência que é boa porque você sente o que é o outro. Eu sempre fui ao hospital como padre, mas não como paciente. Fui na semi-UTI, muito estresse e esgotamento. E esta experiência me colocou no lugar, isso é unção e equilíbrio. Como é importante tomar conta do corpo, da cabeça e do espírito. É tudo junto, qualquer coisa que não está equilibrada afeta a outra. Não tenho medo de morrer desde que seja na graça de Deus. São experiências que aconteceram comigo e que percebi que não vou salvar o mundo, quem salva é Jesus. Aprendi a dizer não. Hoje aprendi que o meu lugar é levar Jesus e deixar que Ele toque enquanto quiser.

    (03:17:15) Oaxiac Odéz: Como foi o momento da descoberta de sua vocação?

    (03:47:24) Padre Marcelo: Oaxiac Odéz, eu gosto muito da minha mãe, tenho uma afinidade com ela. Ela é medrosa até hoje, tem medo de tempestade, uma coisa incrível. Oito meses de gravidez, sou o primeiro filho, ela estava sozinha e caiu uma tempestade na zona norte em Santana. Foi uma coisa incrível. Ela tinha uma imagem da Nossa Senhora e naquele dia me consagrou a Deus, que eu fosse um homem de Deus. Aí Deus conduziu a Seu modo.

    (03:17:25) PaulinhaAmadaDeus: Padre é errado as pessoas que são Católicas frequentarem um Centro Espirita ? Deus está em todos os lugares? Como a gente sabe se um lugar é de Deus ou não ?

    (03:51:56) Padre Marcelo: PaulinhaAmadaDeus, serei honesto, nunca frequentei um culto evangélico. Pelo contrário fiquei muito triste e vou explicar. Pelo ministério tive a oportunidade de conhecer toda a Europa. A Rússia também, então a parte bizantina pelo qual sou apaixonado. E fiquei muito triste. Você ia a uma igreja protestante, lá eles falam protestantes e não evangélicos, e católicos, museu, lugar de teatro, elas estão fechando. Quando se vai a uma missa dominical se conta nos dedos as pessoas. Em compensação tive a oportunidade de ir a Polônia, onde o papa João Paulo II nasceu, as igrejas cheias, todas. Na Rússia se vê as igrejas lotadas, mas ortodoxas. Então se vê realidades diferentes. Daí chego a conclusão. Temos em Apocalipses quente, morno e frio. Jesus fala que frio é o que está acontecendo com a Europa, as pessoas estão indiferentes, tanto faz, fé ou não. E a fé se transmite, então o pai largou a fé e não passou ao filho. Não tenho nada contra, mas lá vemos o islamismo entrando forte, é uma realidade diferente. Na América vemos a importância do respeito a Deus, o respeito a vida, aqui não. Sou apaixonado pela igreja católica, respeito a todos. Mas gosto de história. Eu tive um professor de história na quinta série que me fez se apaixonar por história. Disse que história é aprender com o passado para não se repetir no futuro. As coisas boas sim, as negativas não.

    (03:19:49) O BOM PASTOR: Padre Marcelo.... Por que os cd's e dv's vendidos estão acima do poder aquisitivo? Não seria hora de taxar o valor, pra poder ter uma melhor vendagem?

    (03:52:59) Padre Marcelo: O Bom Pastor, eu já fiz isso, acertei com a Sony, consegui que baixasse o CD, podem ver que está um valor bem menor. As lojas Americanas estão honrando o preço que combinamos. Mas como vendemos aos lojistas, eles vendem ao preço que quiser.

    (03:22:54) Ale: Ouvi seu programa hoje, ouço sempre q posso,queria saber do senhor quando podera vir a goias denovo?

    (03:54:58) Padre Marcelo: Ale, queridos e amados, eu sempre explico a todos. Tem padres cantores, vários padres que dão a vida a fazer shows, mas não é a minha. Eu tenho um santuário, sou reitor. Para vocês verem, a CET fez um cálculo por semana das quatro missas grandes, dá 60 mil pessoas. Eu tenho uma responsabilidade muito grande de quinta, sábado e domingo onde fico no Santuário. Então raramente viajo.

    (03:25:01) André 23: Padre, qual foi ua reação quando soube que da primeira missa realizada ao vivo pela Rede Globo?

    (03:56:48) Padre Marcelo: André 23, primeiro que eu não queria, era o horário. Meu pai falava "filho, celebrar missa às seis horas da manhã?". No início eu não sabia, resolvi fazer o teste. Já são seis ou sete anos celebrando. Domingo, a missa mais lotada é às seis horas da manhã porque as pessoas vêm para ver a missa e a conhecer a cidade. Através da mídia esta missa é transmitida a 160 países.

    (03:25:15) Nynna: Padre, durante o programa Momento de Fé, como faço para participar através da internet?

    (03:57:56) Padre Marcelo: Nynna, tem dois modos, pelo site da Rádio Globo e pelo meu site (www.padremarcelorossi.com.br).

    (03:59:07) Padre Marcelo: O meu dia-a-dia não tem uma rotina. O médico brigou comigo, eu preciso dormir seis horas por dia. Tenho um problema de sinusite, então tenho o sono interrompido. Então o médico me obrigou a dormir seis horas diárias. Para as pessoas que não dormem bem à noite depois do almoço é bom dormir pelo menos meia hora.

    (03:28:01) WANDERLEI: PADRE, O RESPEITO MUITO, MAS TENHO UMA PERGUNTA IMPERTINENTE, O SR. NÃO SE ACHA MAIS ARTISTA QUE PADRE?

    (03:59:54) Padre Marcelo: Wanderlei, eu sou padre, nunca sonhei em estar nesta missão, mas Deus me quer na linha do front. Eu não escolhi esta missão, fui escolhido. E quando se é escolhido é porque foi capacitado.

    (03:29:49) thata: Padre, como o senhor acredita que deve ser a educação sexual, seja em casa, nas escolas e até mesmo na Igreja? Ou esse tema nao deve ser discutido?

    (04:03:28) Padre Marcelo: thata, começando por mim, esquece agora o padre Marcelo, a minha mãe me explicou para mim aos 11 anos o que era uma relação sexual. Portanto eu não aprendi com os amigos, lógicos que eles falaram coisas. Mas o que ela fez foi muito importante. Quando eu comecei esta missão eu não renunciei ao casamento, mas eu ofertei aquilo que eu tinha de melhor. Quando se tem esta noção se muda muita coisa. Nós vivemos em uma sociedade infelizmente machista ainda. Também consumidora e descartável. É isso que falo aos jovens, nós não somos descartáveis. Mas os jovens estão acordando, é incrível que a juventude tem voltado a igreja. E ela percebeu isso, a importância de não ser descartável. A palavra amor perdeu o seu sentido. Então é levar aos jovens a ter esta consciência, mas de coração. Quanto a camisinha, a igreja é muito prudente. Vou jogar o tema do aborto. A igreja não é contra o aborto, ela é a favor da vida e a partir daí ela é contra o aborto. Fumar é pecado? Se matar é pecado? O cigarro trás problemas de saúde? Então fumando a pessoa pode se matar?

    (03:35:00) Diego: padre Marcelo, gostaria de saber como foi a sua formção no seminário, o senhor teve algum problema de adaptação

    (04:06:14) Padre Marcelo: Diego, na verdade eu sofri um corte do cordão umbilical. Eu nunca vivi fora de casa, apesar de minha juventude rebelde, fiz artes marciais, fiz muita coisa na vida, horas de academia, fui professor. Eu quis sair de casa, porque tinha que fazer esta experiência longe da minha mãe. Justamente na hora que eu sai, na época do Collor, o meu pai ficou desempregado e para mim como filho mais velho no seminário foi muito difícil. Mas graças a Deus conseguimos tudo o que necessitávamos. E comigo foi um momento de crescimento. Se houve um vacilar ou um momento de pensar foi este. Depois nunca mais. Uma pessoa que amo muito é a tia Laura que foi uma líder da Renovação Carismática. Eu dava aula de educação física para o ensino fundamental, era incrível, foi uma experiência de um ano interessante. Eu estudava em Lorena na faculdade de filosofia. Um dia destes fugi da aula e conversei com ela. Daquele dia em diante eu senti que era a minha missão.

    (03:36:18) Catia: Quando será lançado o vol 2 do DVD??

    (04:07:36) Padre Marcelo: Catia, em novembro irá sair o DVD "Paz Sim, Violência Não - Volume 2". Aí terminará este projeto que falo que é perene. Glórias humanas passam e nós com elas, é um ditado pelo qual sou apaixonado. Isto vem lá de César. As pessoas têm uma meta, mas passa. Só que este projeto fica, não eterno, eterno só Deus, mas perene.

    (04:08:11) Padre Marcelo: Era para ser um DVD só, mas foram nove horas de gravação.

    (04:08:29) Padre Marcelo: Quando você está triste, cansado ou estressado coloca este DVD que relaxa e acalma.

    (04:09:37) Padre Marcelo: Você que está nos acompanhando agora, que Deus o abençoe. Estou orando para as pessoas endividadas esta semana. Que Deus possa tocar o seu coração. O que é bênção? É presença de Deus. Que através da bênção Deus esteja presente em sua vida. E quando Ele está presente Ele faz a diferença. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Que Ele faça diferença na vida de vocês...

    (04:09:28) Geovanna/UOL: O Bate-papo UOL agradece a presença de Padre Marcelo Rossi e de todos os internautas. Até o próximo!

    Hospedagem: UOL Host