UOL Bate-papo

7.825 salas abertas pessoas online 391.250 lugares

Bate-papo com convidados

BATE-PAPO COM Olga Bongiovanni - 05/11/2009 às 14h30

Conhecida pelos cinco anos em que ficou à frente do programa diário "Bom Dia Mulher", (Rede TV!), a apresentadora conta os bastidores da nova atração, que leva o seu nome, na TV Aparecida. A convite do portal "Virgula", Olga Bongiovanni fala da mudança de emissora, diz o que fez no tempo que esteve fora do ar e revela como é a experiência de unir jornalismo, entretenimento e utilidade pública no horário nobre.

  • Navegue pelo portal "Virgula"
  • Olga Bongiovanni deixa RedeTV!
  • Apresentadora já tem data pra estrear na TV Aparecida
  • Visite UOL Televisão
  • Assista ao vídeo da conversa:

  • Participaram do Bate-papo 457 pessoas


    (02:25:28) BETO: TUDO BEM OLGA?

    (02:32:06) Olga Bongiovanni: Olá, obrigada pelo convite!

    (02:33:07) Olga Bongiovanni: Sobre o tempo fora da TV: eu fiquei fora da TV por três meses, mas não estava sem trabalhar. Quando eu fiquei sabendo que ia sair da Rede TV!, a TV Aparecida já me convidou para ir para lá e o desafio era muito legal, resolvi encarar.

    (02:27:57) jaque: oi Olga! como vcs definiram a linha desse novo programa? tem diferença apresentar programa matutino e um programa noturno?

    (02:35:02) Olga Bongiovanni: Jaque, tem sim, primeiro você tem um outro público. Você junta com o público da manhã, que é a dona de casa, as pessoas idosas ou quem está desempregado e depois unimos ao público que está chegando em casa. Ao mesmo tempo é diferente porque nós lidamos com uma concorrência pesada, vários telejornais, novela, programas de fofoca também, que todo mundo gosta de se atualizar na vida das celebridades... (risos) E muita gente gosta de saber que meu programa é uma opção no meio de tantos telejornais.

    (02:31:38) alice: oi, olga, tudo bem? queria saber o que você acha que falta hoje em dia para os programas femininos...bjos!

    (02:38:14) Olga Bongiovanni: alice, não sei se tem de recuperar alguma coisa. Acho incrível quando as pessoas ficam esperando a sgeunda-feira chegar para ficar conferindo quem deu mais Ibope no domingo. Hoje, se você somar o que dá Globo, SBT e Record e unir às outras emissoras, como Gazeta, Cultura, Bandeirantes, Rede TV!... São 4 ou 5 pontos que sobram pra dividir entre várias emissoras. Se você pegar o Ibope, vários programas dão menos de um ponto e não tem porque ter um diretor louco pressionando para dar mais audiência. Se você quiser, você aprende muitas coisas na televisão, não está faltando nada, na verdade. Foi o tempo das pessoas se concentrarem só na televisão, as mídias estão pulverizadas! O "Fantástico" e o "Faustão" não vão dar mais 40 pontos, nunca mais na vida! Isso não existe mais, as pessoas hoje tem acesso à Internet e isso é muito legal, é bom as pessoas poderem procurar outras alternativas, desligar a TV e ir ler um livro. Antes era só rede Globo direto, mas temos tantas outras emissoras, fora os canais estrangeiros.

    (02:33:20) eliane: olga, em quem vc se inspirou quando começou na TV?

    (02:40:33) Olga Bongiovanni: eliane, quando eu fui pra TV eu tinha aprendido tudo no rádio. O Edgard de Souza foi meu grande inspirador, que trabalhava na Rádio Nacional, e depois meu diretor que também me inspirou, então tudo eu levei para a televisão. Eu tenho alguns convites para voltar para o rádio, mas eu comecei em rádio em 1974 e parei de fazer rádio em 2002. A Band tinha aumentado meu horário para quatro horas, então não dava para fazer mais duas horas no rádio. É maravilhoso e quero voltar assim que eu me acertar com o novo programa.

    (02:35:04) marta: olga, em que emissora mais gostou de trabalhar ou qual programa mais gostou de fazer na sua carreira?

    (02:42:34) Olga Bongiovanni: marta, não dá pra eleger um só. A Band tem uma característica, muito bom trabalhar lá, a Rede TV! tem outra, bem guerrilheira, cada uma tem sua característica e deixou a sua marca. Quando ao programa, eu gosto do meu programa de variedades que eu levei do rádio para a TV e no qual eu tentava sempre fazer as pessoas pesquisarem mais sobre o assunto que eu estou falando. Várias vezes os jornaleiros vinham me contar que uma pessoa que nunca ia na banca ia comprar um jornal por causa da matéria que eu comentei no programa.

    (02:44:28) Olga Bongiovanni: Sobre a postura das celebridades: algumas pessoas fazem de tudo para virarem celebridades, ligam pra redação e falam onde vão estar, quem vão beijar, inventam gravidez e aborto falsos... Enfim. Aí depois que conseguem nunca tem "tempo" para ir ao programa quando a gente chama. (risos)

    (02:35:53) sergio: as manhãs da rede tv estao sem graça sem voce

    (02:45:21) Olga Bongiovanni: sergio, agora você tem que ver o programa na TV Aparecida! Pela antena parabólica você sintoniza no 26 ou 29, depende da sua cidade, ou então no 36 em UHF ou pela Sky, dependendo de onde você está.

    (02:39:13) Mirna - guarujá-sp: qual emissora que vc ñ trabalhou e que vc gostaria de trabalhar?

    (02:48:14) Olga Bongiovanni: Mirna - guarujá-sp, não tenho nenhuma emissora, mas no momento a melhor emissora é a TV Aparecida, porque eu não só visto a camisa, visto a roupa inteira! (risos) As circunstâncias nos levam pela vida, os convites surgem e eu não tenho isso não, estou muito contente onde estou e feliz por ter passado onde passei.

    (02:40:29) carola: oi, olga! queria saber sua opinião sobre a não obrigatoriedade do diploma para jornalistas...

    (02:46:58) Olga Bongiovanni: carola, isso é uma polêmica tão grande, né? Eu sou de um tempo em que não havia faculdade de jornalismo, então tudo o que eu aprendi foi realmente na prática, galgando postos dentro da rádio até eu chegar na redação. Você precisa ter o dom e o talento para isso, depois você precisa gostar de ler e estudar, ter cultura. Muitas vezes lidei com pessoas formadas que não tinham cultura alguma, mas é complicado dizer que não precisa de diploma, senão o médico também não vai precisar?

    (02:43:44) DANI: Q MUDANÇA VC VÊ NA TV DE QUANDO VC COMEÇOU PRA OS TEMPOS DE HOJE??

    (02:51:31) Olga Bongiovanni: DANI, nós vamos criando mais experiência, temos de ir nos reciclando e a televisão precisa sempre se reciclar, sim. Houve uma revolução fantástica, eu sou de um tempo que não havia computador nem máquina de escrever elétrica. Eu comecei a escrever em redação com máquina de escrever da Olivetti ainda. A primeira vez que eu usei o telefone celular para fazer uma matéria foi incrível, existia fios ainda, ficava tudo numa bolsa num ombro. Outro dia alguém falou comigo sobre o meu estado, Santa Catarina, por conta dos furacões e temporais e isso sempre aconteceu. No Paraná e em Santa Catarina sempre aconteceu, sempre foi assim, só que agora a informação é muito mais rápida.

    (02:44:54) MINEIRO: VC FOI PARA A TV APARECIDA TE VI E GOSTEI.LA PARECE QUE VC ESTA MAIS EM "PAZ"!!!!COMO EXPLICA ISSO????

    (02:56:09) Olga Bongiovanni: MINEIRO, com certeza! A paz volta novamente por conta desta tranquilidade com relação ao ibope. Muitas vezes temos uma entrevista marcada para durar dez minutos, por mais interessante que esteja, se o ibope começa a cair, o diretor vem no seu ouvido e mandar cortar. O inverso também acontece, uma pessoa que ia no programa para falar cinco minutos e fica trinta minutos. Agora eu posso, por exemplo, ficar trinta minutos conversando com pessoas interessantíssimas como Marisa Orth, Pedro Camargo Marino, Renato Teixeira...

    (02:46:14) Manú: Oi Olga, gostaria que você desse uma dica para quem que seguir a carreira de apresentadora. Todo mundo sabe que não é fácil, mas qual é a sua dica?

    (02:57:47) Olga Bongiovanni: Manú, você gosta de ler? Começa por aí! Leia até bula de remédio. Não pense que o sucesso vem rápido. Seja você mesma e trabalhe muito, porque depois o dinheiro vem. Não esqueça nunca de onde você saiu. Olhe no olho do espectador e fale a verdade. Se informe!

    (02:48:38) RafaelRJ: Olga queria te mandar um beijo, lembro que uma vez vi uma entrevista sua com o Clodovil por isso gostaria de perguntar se vc ficou chocada com a morte do Clodovil e o que vc achava dele?

    (02:59:12) Olga Bongiovanni: RafaelRJ, eu adorava o Clodovil. Pode falar o que quiser, mas eu nunca tive problemas com ele, sempre gostei dele e admirei a cultura dele. Eu sempre disse para ele que ele não tinha inimigos, que ele era o maior inimigo dele mesmo. O melhor tempo da Rede TV! era quando eu tinha meu programa de manhã e ele o dele à tarde. Foi um tempo ótimo, a audiência era boa e o faturamento também. Nós não teremos outro Clodovil jamais. Não imaginei que a morte dele fosse acontecer tão rápido, quase como o Beto Carreiro, que foi quem me trouxe para São Paulo.

    (02:55:41) Moderadora / UOL:

    A convite do portal "Virgula", apresentadora Olga Bongiovanni responde perguntas dos internautas no Bate-papo UOL com Convidados (crédito: Flavio Florido/UOL)

    (02:51:44) DANI: oi olga tudo bem?das apresentadoras q estao na midia qual vc acha q é mais completa..??

    (03:01:44) Olga Bongiovanni: DANI, é difícil, todas tem suas particularidades, todas são muito competentes no que fazem. Eu gosto muito da Cátia Fonseca. Ela tem uma levada e uma pegada no palco que eu gosto muito. Ela é bonita, jovem e rápida, gosto muito disso. Ione, a Claudete Troiano, a Xênia, a Marta Suplicy e a Gabi abriram todo um caminho na TV Mulher para tudo isso que veio hoje em dia.

    (02:55:49) ROGERIO CURITIBA: Ola Olga adoro vc..e sempre asistia seu programa desde a epoca na Band, e o que voce menos gosta na TV?? um bjo

    (03:02:44) Olga Bongiovanni: ROGERIO CURITIBA, não gosto de mulher pelada, baixaria, exploração so forimento humano...

    (03:04:26) Olga Bongiovanni: Sobre o caso da menina da Uniban: é uma barbaridade, né? Quantas meninas vão com roupas menores que isso em tantos lugares? Acho que cada um sabe o quanto pode mostrar em cada lugar, só não entendi porque toda essa fobia em cima dessa menina, essa coisa xiita. Que perseguição é essa? Onde é que a gente vai parar?

    (02:56:12) Luno: O QUE SERIA ESSA RECICLAGEM, DE FORMA NÃO APELATIVA, E COM CONTEÚDO PARA O TELESPECTADOR?

    (03:07:11) Olga Bongiovanni: Luno, nós temos TV Cultura com programas maravilhosos e, para mim, temos de dar mais abertura nas emissoras abertas para a música, entrevistas, teatro, programas educativos... Nós temos de dar espaço para a educação na TV e espero que possamos despejar cultura dentro da casa das pessoas e quero que eles aprendam com isso. Eu sou uma sonhadora, mas quero mais qualidade na TV.

    (02:57:50) Marcos: Boa Tarde Olga, Você tem mágoas da RedeTV! ?

    (03:03:21) Olga Bongiovanni: Marcos, não. Cada lugar que a gente passa é um aprendizado, tento levar coisas boas e deixar coisas boas aonde quer que eu esteja.

    (02:59:36) jade: Olga, gosto muito de vc, e fiquei muito insatisfeita com o povo que esta apresentando no seu lugar, qual a sua opiniao como telespectadora?

    (03:09:59) Olga Bongiovanni: jade, primeiro que eu não assisto e não posso dar opinião. Se você não está gostando, é melhor falar com a emissora, não posso te ajudar. Hoje eu não vejo mais TV de manhã, saio cedo para caminhar, leio livros, não consigo ficar assistindo mais.

    (03:02:16) Aurélio: Quais são seus projetos para o ano de 2010e os próximos?

    (03:11:17) Olga Bongiovanni: Aurélio, não posso falar! Eu tenho um projeto muito bacana que deve demorar ainda, mas hoje estou focada no programa. Tenho meu site para colocar no ar, que não está no ar ainda, mas será www.olgabongiovanni.com.br.

    (03:02:46) DANI: QUAL FOI A MAIOR SAI JUSTA Q VC PRESENCIOU NO AR??

    (03:13:50) Olga Bongiovanni: DANI, eu vivi um momento muito difícil com Suzy Rêgo, além de lâmpadas que queimaram e me queimaram no palco, uma beringela que explodiu no microondas, um liquidificador que explodiu... Quando eu saí do merchandising para dar oi para a Suzy, eu logo perguntei para ela sobre o pai dela e ele tinha falecido alguns meses antes e eu me confundi. Nós nos abraçamos e começamos a chorar, então acabei assumindo o erro e falei para o espectador mesmo. Sempre admiti meus erros no ar e falei com o público. É a melhor coisa.

    (03:04:22) Luiz: Olga..uma boa apesentadora depende muito de sua produção ou nã, somente dela mesmo? Te adoro

    (03:14:48) Olga Bongiovanni: Luiz, precisamos da produção, sim. É um conjunto de pessoas, cada um faz a sua parte neste quebra-cabeças e isso reflete na gente. Se alguém erra lá atrás, sempre pior na gente, no apresentador que às vezes não tem nada a ver, então todo mundo precisa trabalhar bem afinado.

    (03:06:52) OSASCO: VC TEM VONTADE DE ENTRAR PARA A POLITICA ?

    (03:15:52) Olga Bongiovanni: OSASCO, eu já estive próxima deste meio, mas isso me entristece demais e não quero mais isto para mim. Fui vereadora da minha cidade por quatro anos mas creio que sou mais útil para a sociedade em frente às câmeras.

    (03:07:46) escravo da Olga: você tem algum ritual antes de iniciar o programa...

    (03:16:21) Olga Bongiovanni: escravo da Olga, sim. Fora me arrumar e organizar tudo o que eu preciso, tenho a mania de lavar as mãos antes de entrar no ar, é sempre assim, desde que eu trabalhava no rádio.

    (03:10:16) Moderadora / UOL:

    "Não gosto de mulher pelada, baixaria, exploração do sofrimento humano...", diz a apresentadora sobre o que não tolera na TV; Olga Bongiovanni é convidada do "Virgula" (crédito: Flavio Florido/UOL)

    (03:10:42) léonardo: olga ,mudar de programa e de emissora,é o mesmo de recomessar tudo de novo.da um frio na barriga como se fosse sua primeira vez na televisão?

    (03:17:02) Olga Bongiovanni: léonardo, dá um frio na barriga danado também! Você também quer corresponder às expectativas de quem te contratou.

    (03:13:11) Tianguah: A TV Aparecida é um canal católico de programação aberta... Sua mudança de emissora tem haver com religião?

    (03:18:27) Olga Bongiovanni: Tianguah, não. Eu sou católica e respeito todas as religiões, mas a opção de ir para lá foi profissional, não religiosa. É uma emissora que quer trabalhar de forma competitiva como outras emissoras em determinados horários e sem necessariamente falar sobre religião. Eu sou devota de Nossa Senhora Aparecida e eu acho muito doido trabalhar nesta emissora por isso.

    (03:14:24) ARCANJO: COMO VC FAZ PARA CUIDAR DE SUA VÓZ Q POR SINAL É LINDAAAA

    (03:22:18) Olga Bongiovanni: ARCANJO, eu nasci assim, mas creio que eu fui educando a minha voz. No rádio nós treinávamos a voz e tentavamos eliminar o sotaque. Eu comecei a trabalhar no rádio com 20 anos e hoje tenho 55, então acho que a minha voz acabou se moldando ao treinamento. Eu gostaria muito de fazer uma aula de canto também e, quem sabe, estudar um instrumento.

    (03:15:48) Rogeres: Vc já se sentiu perseguida no mundo televisivo. Sentiu se alguém quis te prejudicar?

    (03:25:58) Olga Bongiovanni: Rogeres, eu não só senti, eu fui prejudicada. Muitas vezes ganhei menos do que muita gente que tinha o mesmo sucesso no programa que eu, principalmente se comparando com os homens. Mas às vezes essas sacanagens nos fortalecem também, vamos aprendendo. Teve uma pessoa uma vez que destruiu todo um arquivo meu para me prejudicar com o diretor. Dali cinco anos este diretor ficou sabendo que não tinha sido eu e ele foi inclusive até a minha casa pedir desculpas, porque na época eu fui demitida por isso. Tá cheio de gente que faz esse tipo de coisa.

    (03:17:32) lisa: Olgam Boa Tarde! O que vc acha das emissoras que optam por modelos, ao invés de jornalistas, para apresentarem os programas matinais?

    (03:26:47) Olga Bongiovanni: lisa, desde que ela tenha talento, não há problema algum. Volto a história do dom com relação a isso. Agora, se for só um rostinho bonito, não dá, né? É preciso abrir a boca e saber o que está falando. Se a pessoa for competente, não há problema alguma.

    (03:19:00) corsa: Olga, assim como você toda, sua voz é maravilhosa!!!!!!!!!!!!! você não acha que propaganda de mais durante um programa enche o telespctador???? beijão!!!!!!

    (03:28:04) Olga Bongiovanni: corsa, um beijo para você também! Eu queria que alguém falasse mais sobre isso, porque o programa precisa faturar para se pagar. Quem anuncia com a gente é porque gosta, o resultado é bom e as pessoas compram e querem. Se isso é correto, eu não sei, mas o telespectador às vezes reclama, mas está comprando, então talvez é um formato que tenha dado certo.

    (03:24:25) Priscilla: Olga vc se vê apresentando telejornais, ou não é sua praia? Gostaria de lançar um livro, se sim do que falaria? Bjos amo vc, vc faz falta!!

    (03:29:29) Olga Bongiovanni: Priscilla, um beijo para você! Com relação a escrever um livro, as pessoas sempre querem que eu fale sobre minha transição para chegar até aqui. Quem sabe um dia eu registre isso, né? Meus filhos também acham que alguns pontos da minha vida dariam bons exemplos, boas histórias que merecem registros. Com relação à telejornal, eu apresentei um durante onze anos e adoraria voltar, adoro lidar com notícia.

    (03:24:41) Tianguah: Boa tarde, Olga. antes de tudo queria lhe dar os parabens pela sua trajetoria na TV e dizer que seu programa é muito bom...

    (03:24:50) DavidCiriaco/Natal: Olga que saudades, manda um beijo pra mim! Te assistia todas as manhãs! xD

    (03:31:47) Olga Bongiovanni: Eu queria agradecer a todos vocês que mandaram perguntas e inclusive as que não foram respondidas. Eu queria dizer que o programa está no ar sempre das 19h15 às 21h, pela antena parabólica, pela Sky e também pelo UHF em São Paulo. Na internet vocês também encontram bastante coisa do programa para assistir. Obrigada!

    (03:31:55) Moderadora / UOL: O Bate-papo UOL agradece a presença de Olga Bongiovanni e de todos os internautas. Até o próximo!
    Hospedagem: UOL Host